No país da paz serena, quando o sol nasce é para todos. As batatas nem tanto. Segundo o site japonês, Asahi News, a cadeia norte-americana de fast food McDonald's não tem batatas suficientes para responder à procura nos seus restaurantes japoneses, pelo que só estará a vender o pacote mais pequeno de batatas fritas. A escassez deve-se a uma disputa de contratos laborais nos portos da costa oeste dos Estados Unidos da América (Los Angeles, Long Beach e outros), entre as empresas transportadoras e os empregados portuários que contratam. Segundo as autoridades japonesas, a situação arrasta-se desde Maio. A falta de acordo sobre os contratos levou a uma greve que obstou ao processamento célere de documentos de exportação. 

De acordo com o Japan Times, a McDonald's no Japão tem verificado os atrasos nas importações desde meados de Novembro e os efeitos já se fazem sentir. Os clientes nipónicos que se dirigem a um dos restaurantes da cadeia são confrontados com um menu 50 ienes mais barato do que normalmente seria se incluísse uma porção maior de batatas fritas. A história tem recebido cobertura pelos media japoneses. O que não será para menos, já que o Japão é o maior importador mundial do tubérculo americano.

Segundo dados do GAIN (Global Agricultural Information Network) cada japonês consome em média quase 15 quilos de batatas por ano.

Publicidade
Publicidade

Em 2012, o site Kotaku dava conta de uma moda japonesa chamada "fry party", que consistia em pedidos de quantidades obscenas do produto da McDonald's, aproveitando o facto de estarem em promoção, para depois serem tiradas fotografias para publicar nas redes sociais. Na altura fizeram ouvir-se críticas que acusavam a prática de ser um desperdício do recurso agrícola.

Para já, não há fim à vista para a escassez de batas fritas que se sente no país do sol nascente. De forma a lidar com a situação, uma outra empresa, que também foi afectada pela greve portuária, a Skylar Co., dona da cadeia alimentar Gusto, revelou planos para importar cerca de 200 toneladas de batatas por via aérea. É uma solução. Ou então, quem sabe, pedir, em alternativa, o menu com cenoura. #Curiosidades