Uma tragédia causada, ao que se sabe, por motivos fúteis, marcou a passagem de ano em Xangai, na China. Cerca de 36 pessoas morreram e outras 47 ficaram feridas quando tentavam chegar a dinheiro que estava a ser atirado da varanda de um bar. O caso ocorreu às 23h35 locais, cerca de 25 minutos antes da Passagem de Ano e quando já se encontravam reunidas 300 000 pessoas na zona central da cidade, na praça Chen Yi. A situação causou luto e indignação nas redes sociais chinesas, de forma imediata.


De acordo com o Daily Mail, as notas de dólares eram falsas, mas isso não impediu a multidão de correr para tentar apanhar o maior número possível. O grande número de pessoas ali presente, aliado ao frenesim para conseguir os dólares para "caíam do céu", tornou a multidão incontrolável durante vários minutos. A polícia não conseguiu apurar, até ao momento, quem foram os responsáveis pelo incidente e qual seria o objectivo de atirar notas sobre uma multidão, mas promete uma investigação apurada. O próprio presidente da China, Xi Jinping, veio falar pessoalmente, prometendo justiça. Um repórter da agência Reuters terá batido à porta do bar de onde terá "chovido" o dinheiro falso, mas não teve resposta.


Um relato de uma pessoa presente no local, citada pelo Daily Mail, aponta que tudo aconteceu muito rapidamente, que começou a ver "algumas raparigas" a cair à sua volta, e que pouco depois muito mais gente começou a cair, "fila após fila". Os primeiros relatos surgiram nas redes sociais, nomeadamente na chinesa Weibo (semelhante ao Twitter), mas o caso rapidamente chegou à televisão estatal CCTV, demonstrando que não houve qualquer intenção de censurar o caso. Na manhã seguinte, já centenas de pessoas se concentravam no local para depositar flores e mostrar o seu pesar. 


Xangai é a maior cidade da China, uma das maiores áreas metropolitana do Mundo (com cerca de 20 milhões de habitantes) e também o maior porto comercial do mundo. A China, por sua vez, é o país mais populoso do mundo, com 1,3 biliões de pessoas. Contudo, a moeda chinesa - o yuan renminbi - vale apenas 0,16 dólares (cerca de 0,13 cêntimos de euro, à cotação actual), o que ajuda a explicar o entusiasmo que moveu a multidão que julgou ver dólares a ser oferecidos desta forma.
#AnoNovo2016