A escalada da barbárie na Nigéria parece não ter fim à vista. Na noite da passada terça-feira, os radicais do Boko Haram, responsáveis pela execução de vários atentados naquele país, reivindicaram o ataque terrorista contra os habitantes de Baga, cidade localizada no nordeste da Nigéria, que teve lugar no dia 8 deste mês. Mas a cólera daquele grupo terrorista promete não ficar por aqui. Na mesma mensagem, Abubakar Shekau, líder dos extremistas nigerianos, aproveitou para ameaçar os países que se encontram próximos da Nigéria.

No vídeo, que pode ser visto no Youtube, Shekau afirmou que o grupo terrorista matou as pessoas de Baga de acordo com as instruções "do nosso Senhor" que constam no "Seu Livro" [Alcorão].

Publicidade
Publicidade

Estima-se que o ataque terrorista que dizimou a cidade de Baga tenha causado mais de duas mil mortes, entre civis e forças militares que guardavam aquela cidade. Além das vidas humanas que se perderam, quase quatro mil casas e edifícios ficaram completamente destruídos, de acordo com os dados avançados pela Amnistia Internacional.

Esta quarta-feira, o Tribunal Criminal Internacional revelou que está a examinar o massacre ocorrido e que dará início ao processo que visa responsabilizar os terroristas por crimes de guerra e crimes contra a Humanidade. Porém, nada que atemorize o líder do Boko Haram, que aproveitou ainda o vídeo colocado online para lançar o aviso. "Não vamos parar. Ainda não viram nada. Isto é apenas o início. Mais mortes estão para vir, porque o que testemunharam foi apenas a ponta do icebergue".

Publicidade

Além disso, Abubakar Shekau dirigiu-se aos países vizinhos de Nigéria (Camarões, Chade e Níger), que têm trabalhado de forma conjunta para a constituição de uma força que combata as milícias radicais nigerianas. "Vocês, reis de África, chegaram tarde. Lanço-vos o desafio: ataquem-me agora. Estou pronto", afirmou o líder do Boko Haram. Para Shekau, o massacre é visto como o princípio do fim da democracia na Nigéria. Recorde-se que as eleições presidenciais no país acontecem a 14 de março.