Numa das mais bonitas zonas neoclássicas de Xangai, o "Bund", aconteceu o pior. Na noite de passagem de ano as autoridades tentaram evitar a todo o custo a possibilidade da superlotação que se havia verificado em anos anteriores - com mais de 300 mil pessoas nas ruas de Xangai-, mas uma confusão iniciada com o lançamento de notas falsas (supostamente seriam cupões) causou o caos e o terror. Dezenas de pessoas morreram esmagadas e outras dezenas estão gravemente feridas.

Xangai, uma das maiores e mais ricas cidades da China, tem uma das mais conhecidas passagens de ano do planeta. Com muita luz, tecnologia e prédios monumentais, a cidade tem todos os aperitivos para um virar de página memorável, conquistando as preferências de centenas de milhares de pessoas todos os anos.

Publicidade
Publicidade

Precisamente pela enorme procura e superlotação verificadas anualmente, as autoridades chinesas tentaram prevenir situações mais complicadas e as concentrações, cancelando a tradicional queima de fogos de fim de ano e mudando um espectáculo originalmente realizado no local da tragédia, o histórico" Bund", para outra região por questões de segurança. Muito foi feito, mas nada poderia prever o desfecho trágico.

Faltavam trinta minutos para o soar da meia-noite, quando alguém, de uma janela de um prédio, resolveu atirar o que pareciam notas de um dólar para a multidão. A debandada e a confusão não demoraram a começar. Os encontrões, os empurrões, tudo levou a um descontrolo total. Resultado: trinta e seis mortos e quarenta e sete feridos, sendo que treze estão em estado crítico. A grande maioria das vítimas mortais são mulheres, que morreram completamente esmagadas pela população.

Publicidade

Tudo porque pareciam notas, mas na verdade eram apenas cupões de desconto.

Uma noite que tinha tudo para ser magnífica, numa das regiões mais bonitas da China, mas que acabou por ser aterradora. As autoridades já estão a investigar o caso e novas conclusões serão conhecidas muito brevemente. O "Bund" é uma zona muito visitada pelos turistas e tem inúmeros restaurantes e lojas de luxo, mas a partir de hoje, será também conhecida por uma noite fatal, que nunca deveria ter acontecido. Felizmente, este acabou por ser o único acidental mortal verificado na passagem de ano de ontem nas principais cidades mundiais.