O Pastel de Nata é um doces mais saborosos da gastronomia portuguesa. Quem o prova dificilmente consegue resistir. De acordo com o jornal The Guardian, o Pastel de Nata é classificado como o 15.º mais apetitoso doce de todo o mundo. Vadim Chernyshov, não resistindo a esta iguaria, decidiu introduzir no mercado russo, o Pastel de Nata. Assim, juntamente com 3 sócios, fundou em Moscovo a empresa "Pastel de Nata". O negócio teve início a 12 de janeiro de 2015.

Vadim Chernysho afirmou à AICEP Moscovo: "A nossa fábrica está dotada de equipamentos portugueses, especificamente importados de Portugal, às empresas Ferneto e Ramalhos, para garantir a conformidade com todos os padrões tecnológicos do pastel de nata".

Publicidade
Publicidade

Ao mesmo órgão, Chernyshov refere que esta aposta no Pastel de Nata envolveu a realização de cursos em Portugal. Entre os conhecimentos transmitidos, foi de realçar as formas de confeção deste doce: "O segredo dos pastéis de nata está na qualidade da massa e no modo de fabrico. Tentamos fazer exatamente com a mesma qualidade dos que são confecionados em Portugal".

Para promover este petisco, a firma de Vadim Chernyshov, no seu site, dá a conhecer a história do Pastel de Nata, sendo descrito como "delicioso", "incomum", e "um dos símbolos reconhecidos" da gastronomia lusitana. Nestes tempos iniciais, a empresa produz por dia 200 Pastéis de Nata. Porém, espera-se que até abril, o número ascenda diariamente aos 500. Até Setembro, a ambição é atingir diariamente o dobro, ou seja 1000.

Publicidade

Apesar do baixo nível de produção, o Pastel de Nata tem obtido resultados positivos no mercado russo.

Para a afirmação do "símbolo" culinário português na nação de Putin, estabeleceram-se já parcerias com entidades de catering de Moscovo e pretende-se explorar esta especialidade em redes de cafetaria russas. Este doce está também presente noutros países, onde é já muito popular. São por exemplo os casos do Brasil, Camboja, Singapura, Malásia, Taiwan e China. O Pastel de Belém foi eleito em 2011 como uma das 7 maravilhas portuguesas.

Origem do Pastel de Nata

Sabe-se que a origem destes pastéis remontam à zona de Belém, em 1837. Desconhecendo o autor da ideia, aquele doce foi colocado à venda. Não foi difícil obter sucesso com este negócio, pois o facto de ter sido comercializado e feito junto aos famosos Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, locais que eram (e são) muito visitados, contribuiu muito para o seu êxito. Tem que se ter noção, que, ao contrário de hoje, a ligação Belém/Lisboa, só era possível através dos barcos. #Negócios #Culinária