As urnas das eleições legislativas antecipadas na Grécia fecharam às 19 horas locais, 17 horas em Lisboa. As primeiras projecções apontam para uma vitória clara do Syriza, que será sem dúvidas chamado a formar governo. Contudo, falta saber se conseguirá a maioria absoluta ou se terá de formar uma coligação com outro partido para alcançar a maioria no Parlamento. O partido de Alexis Tsipras conseguiu, de acordo com as projecções, entre 35,5% a 39,5% dos votos, dando sequência aos resultados das últimas sondagens.


Os resultados do partido Nova Democracia, de Antonis Samaras, actual primeiro-ministro, prevêem-se entre 23 a 275%. A uma grande distãncia dos dois primeiros, estão o novo partido de Centro, To Patami, e o partido de extrema-direita, nacionalista e neonazi, Aurora Dourada, com um resultado entre os 6 e 0s 8%. Mais abaixo estão o Partido Comunista (4,7 a 5,7%), o Partido Socialista (PASOK) entre 4,2 a 5,2%. O Syriza poderá conseguir entre 146 a 158, precisando de 151 para a maioria absoluta.


Um porta-voz do Syriza, Panos Skourletis, falou ao canal de televisão grego Mega TV, apontando que se trata de "uma vitória histórica" e que falta saber se será uma "grande vitória histórica". "trata-se de uma mensagem contra a austeridade e a favor da dignidade e da democracia.


O Syriza consegue um resultado graças ao cansaço e à criação de um novo consenso relativamente ao fim da esperança nas políticas actuais. O jornal inglês Guardian cita um politólogo grego, Dimitris Keridis, que aponta que uma parte da classe média grega passou a alinhar com o discurso anti-austeridade, na sequência da enorme carga de impostos que se abateu sobre quem tem alguns rendimentos. 


Há poucos dias, surgiu um graffiti de apoio ao Syriza numa rua situada num dos bairros de classe média-alta de Atenas, onde habitualmente não existem apoios aos partidos de esquerda mais radical. O surgimento e permanência desse graffiti foi visto por muitos como um sinal definitivo que os gregos dariam um sinal de mudança nas eleições de hoje. Esperam-se novas projecções às 21h30 locais, 19h30 em Lisboa, enquanto o resultado final e definitivo deverá surgir às primeiras horas da madrugada de segunda-feira.