Muitos de nós comoveram-se com a recente história que ilustra o sentido de entreajuda e fortalecimento da comunidade. Outros nem ouviram falar do caso de Alan Barnes, de 67 anos, que teve uma clavícula partida em virtude de uma queda depois de ser atacado por um homem de 25 anos, junto à sua residência em Gateshead, RU, no passado dia 25 de Janeiro. O caso é grave e profundamente lamentável só por si, como qualquer outro caso de ataque à integridade física, mas infelizmente é comum, em qualquer país, desde o "terceiro" ao "primeiro" mundo. O que torna esta afronta particular é estarmos perante o ataque a uma pessoa profundamente deficiente desde nascença, após a contração de rubéola pela mãe, durante a gravidez.

Publicidade
Publicidade

Sensibilizada, uma mulher local, Katie Cutler, iniciou uma campanha online com o objectivo de angariar £500 para auxiliar Alan, pensionista, que, inesperadamente teve contribuições vindas de todo o mundo, chegando aos £330,135, a serem entregues durante esta semana e que será investido num fundo de poupança, de acordo com a família de Alan. Profundamente emocionado, Alan considerou o sucedido verdadeiramente "inacreditável". Mencionando que já havia tido conhecimento de campanhas de angariação de fundos, com intenções de caridade, notou, ainda assim, humilde: "Eu apenas fracturei uma clavícula, não estava a espera de tal resposta e movimento!"

Com efeito, o movimento é revelador do espírito de solidariedade que, parece, não está afinal em vias de extinção e é ainda prova de que a Internet, se perigos e malefícios incontáveis tem, pode também, e apesar disso, ser usada para o bem! De facto, no dia em que Katie e Alan se conheceram, a jovem mostrou-se positiva dizendo que "há muita gente boa e estou convicta que pessoas, como a que atacou o Alan, fazem parte de uma minoria".

Publicidade

E justiça pede-se agora. Richard Gatiss foi hoje presente a Tribunal, acusado de agressão com intenção de roubo, tendo sido mantido em prisão preventiva até dia 24 do corrente mês, dia em que voltará a ser ouvido no Tribunal de Newcastle.