Num dos países mais populosos do mundo, a sua capital é considerada a mais poluída, prejudicando os que ali vivem e trabalham, mas também os que a visitam. A constatação aparece no City Lab, citado pela "Greensafers", onde são destacadas as queixas dos cidadãos que raramente vivem um dia sem sentirem uma pesada nuvem de poluição e nevoeiro. Naquela cidade, o nível de partículas PM2 (partículas tóxicas que provocam doenças respiratórias) é o mais elevado no mundo. Por este motivo, no ano passado, a Organização Mundial de Saúde (OMS) apontou Nova Deli como a cidade mais poluída do mundo.

O City Lab refere ainda que numa visita efetuada por Barack Obama à capital indiana, e pelo facto de o ar ser tão tóxico, o presidente do Estados Unidos da América reduziu a sua esperança de vida em seis horas. No entanto, não é só Nova Deli que se destaca neste tema, apesar de ser a pior. Muitas outras capitais têm elevados níveis de poluição e poderiam concorrer para este título, como por exemplo, Pequim, Hong Kong ou Dacca.

Pequim, capital e segunda maior cidade da China, foi durante muito tempo considerada a cidade mais populosa do mundo, tendo nos últimos anos sido referenciada, junto com outros fatores, por contaminação do ar. Também Hong Kong tem sido referida como uma das mais poluídas. Conhecida pelos seus arranha céus, fruto da falta de espaço em termos de território e da necessidade de albergar todos os que desejam habitar na cidade, acolhe mais de sete milhões de pessoas, sendo também por isso uma das cidades mais populosas do mundo. Com também sete milhões de habitantes, a cidade de Dacca, a maior do Bangladesh, também conhecida como a "Cidade das Mesquitas", é uma das cidades com um maior crescimento populacional ao longo dos tempos, crescendo em média 4,2 por cento por ano, fruto também da migração de pessoas das áreas rurais para esta região, centro comercial do Bangladesh.

A rápida expansão da cidade, assim como o trânsito e atividades industriais, são apontados como os motivos do aumento da poluição. A contaminação do ar e da água é um problema sério naquela cidade, afetando a saúde pública e diminuindo a qualidade de vida dos habitantes. A poluição e a erosão dos habitats naturais estão também a ameaçar destruir a biodiversidade da região. #Ambiente