O artista grego Stefanos Tsivopoulos decidiu, numa forma de protesto pessoal, dar a sua visão da crise no país, utilizando para isso todas as notas de euro circuláveis na Europa, de 5 a 500 €. De acordo com Stefanos as notas que até agora conhecíamos apenas mostravam a ausência de realidade, assim, e tendo em conta toda a crise económica e instabilidade social na Grécia, tal como em toda a Europa, o artista desenvolveu durante um ano o projecto Euro Banknotes Bombing, no qual expressa a sua reflexão sobre a crise. Usando notas verdadeiras, Stefanos representou nas mesmas mortes, roubo, pânico e motins, demonstrando assim a decadência social de toda a Europa.

Publicidade
Publicidade

Por ser um documento que circula em toda a União Europeia a mensagem é mais facilmente transmissível, sendo que depois o artista volta a introduzir a nota original em circulação.

Assim, as ilustrações que causam impacto social fazem-nos pensar de facto na realidade em que vivemos, nomeadamente através da representação, na nota de 100 euros, de um enforcamento, imagem esta representativa do aumento do número de suicídios, nomeadamente em Portugal, devido à crise. Mergulhada numa grave crise económica durante os últimos cinco anos, a Grécia votou no mês passado no partido anti-austeridade Syriza mas o povo continua à espera dos resultados que poderão levar à retirada da situação actual em que se encontra o país. Contudo, de acordo com as últimas informações, o partido do primeiro-ministro grego Alexis Tsipras conseguiu um acordo no Eurogrupo, estendendo-se desta forma o programa de ajuda à Grécia por mais quatro meses.

Publicidade

Este acordo, que precisa da aprovação de todos os dezanove estados-membros da zona euro, não inclui medidas de austeridade mas, por outro lado, alerta para as medidas que o governo grego não deve tomar, como por exemplo o aumento do salário mínimo nacional. De recordar ainda que caso este acordo não tivesse sido aprovado, durante a reunião dos ministros das Finanças, a Grécia correria o risco de sair da zona euro.