O Papa Francisco conversou na tarde desta quinta-feira com jovens com deficiência de 5 países diferentes - Brasil, Argentina, Espanha, Estados Unidos e Índia - numa videoconferência a partir da Hangouts da Google, encerrando assim o Congresso Mundial das Scholas Ocurrents. A edição deste ano foi dedicada à #Educação e teve como tema a "Responsabilidade social educativa. Uma responsabilidade de todos". Esta videoconferência tinha ainda como objetivo apresentar a iniciativa lançada pelo Vaticano denominada Scholas.Labs. Esta iniciativa procura promover a qualidade da educação no mundo através da tecnologia, pela receção de projetos inovadores.

Durante a conferência, o Papa Francisco voltou a repetir: "Não se pode mudar o mundo sem mudar a educação". Durante a videoconferência foi dando vários conselhos aos jovens, respondendo às suas várias intervenções. Uma delas para responder a um menino indiano, que disse que "Sem nos comunicarmos, ficamos sozinhos". Num dos vários momentos de descontração, ainda teve oportunidade de responder a uma menina espanhola, quando perguntou se sabia mexer no computador: "Quer que eu diga a verdade? Sou um inútil com a máquina".

O sítio oficial criado pelo Vaticano não tem fins lucrativos e vai receber um conjunto de projetos que serão avaliados e selecionados por uma equipa de especialistas, que sendo selecionados receberão durante 4 meses vários tipos de incentivos. A ideia é no final desses 4 meses o aplicativo já estar disponível para ser usado. O objetivo para este ano será selecionar 10 projetos, que podem ser enviados de qualquer parte do mundo.

O primeiro projeto selecionado já é conhecido: chama-se Scholas Cidanania e consiste numa plataforma online onde estudantes oferecem soluções para problemas nas suas comunidades, escolas e países. Para além do Vaticano, esta iniciativa é também apoiada por empresas importantes no mundo da tecnologia, como a Google e a Microsoft. Espera-se assim uma maior aproximação de todos os setores da sociedade em torno de um tema que é caro ao Vaticano: a educação.