O Airbus A320 da companhia alemã Germanwings despenhou-se ao início da manhã desta terça-feira, dia 24 de Março, ao sul dos Alpes Franceses, mais concretamente entre a região de Digne-les-Bains e Barcelonnette. Na queda, confirmada já pela direcção-geral de aviação civil de França, morreram 142 passageiros bem como os seis tripulantes, dois deles pilotos.

O aparelho que fazia a ligação entre Barcelona, em Espanha, e Dusseldorf, na Alemanha, perdeu o contacto e desapareceu dos radares por volta das 10h00, hora de Lisboa, uma a menos que no local do acidente. O voo estava previsto chegar ao destino dentro de 57 minutos e o aparelho subiu inicialmente até aos 38 mil pés de altitude, sendo que quando a torre perdeu o controlo o mesmo se encontrava já nos 6 mil.

Publicidade
Publicidade

Esta é uma companhia low-cost que pertence ao grupo Lufthansa, e cuja base está sediada na cidade de Colónia, tendo sido fundada em 2002, e o primeiro voo terá sido operado em Outubro.

Até ao momento ainda não foi possível apurar as causas que levaram o aparelho a despenhar-se e muito menos se há portugueses entre as vítimas. Contudo, as autoridades francesas bem como o presidente francês, François Hollande, fizeram saber há pouco tempo que não consideram que haja sobreviventes, e que muitas das vítimas devem ser de origem alemã. As equipas médicas estão neste momento a deslocar-se para o local, que é de difícil acessibilidade. Apesar de a companhia aérea ainda não ter confirmado a queda, os meios noticiosos avançam com a notícia e referem inclusive que o aparelho possuía já 25 anos.

Este é um dos maiores acidentes registados nos Alpes Franceses desde 3 de Novembro de 1950, altura em que o voo da Air India 245, que fazia a ligação em Bombaim e Londres, se despenhou em Mont Blanc, fazendo um total de 48 vítimas mortais, sendo que 8 eram tripulantes.

Publicidade

Em 1966 voltou a acontecer uma nova queda na mesma localidade e com a mesma companhia, mas desta vez um boeing 707, em que faleceram 106 pessoas e novamente oito tripulantes.