A vaga de frio que se abateu este ano sobre a costa leste dos Estados Unidos da América e o Canadá tem sido das mais fortes de que há memória, e tem produzido enorme espanto a quem assiste à força da #Natureza. Desta vez as temperaturas negativas congelaram as ondas do mar. Esta ocorrência verificou-se no fim de Fevereiro, e foi capturada pela objectiva do surfista, e também fotógrafo, Jonathan Nimerfroh, quando passava junto da praia da ilha de Nantucket, em Massachusetts. As temperaturas negativas, que nesse dia chegaram aos - 7º C, congelaram as ondas com 60 centímetros de altura.

As imagens que foram divulgadas de imediato nas redes sociais, Twitter e Instagram, podiam ainda ser visíveis no dia seguinte, quando Jonathan lá regressou e soube, junto da população local, que este é o inverno mais frio desde há 81 anos.

Publicidade
Publicidade

O frio polar tem provocado diversas situações semelhantes em todo o país. As famosas Cataratas do Niágara, do lado norte-americano ficaram congeladas em cerca de 85% da sua área, devido às constantes tempestades de neve e às baixas temperaturas, que atingiram os - 22º C. Já no ano passado as baixas de temperatura congelaram as cataratas por duas vezes em poucas semanas. Os turistas não deixaram de visitar o local, registando para a posteridade o acontecimento.

Também os fortes nevões, que têm atingido sobretudo a região de Boston, dão origem a situações caricatas. Kyle Waring, cidadão norte-americano, que se viu com uma grande quantidade de neve em frente de casa decidiu vendê-la, sobretudo para as zonas do país onde ela nunca chega. Este morador criou um site onde comercializou neve em garrafas de água, a um preço de 20 dólares, cerca de 18 euros.

Publicidade

Apesar de as primeiras vezes não terem corrido bem, porque a neve acabou por se derreter, Kyle continuou a investir no negócio e neste momento comercializa embalagens de 3 quilos em caixas térmicas por 80 euros.

À parte destes aspectos mais curiosos, há a registar a morte de 31 pessoas durante esta vaga de frio, sendo que em nove delas a causa foi a hipotermia.