A Unicef já alertou que o ciclone tropical Pam pode ser "um dos piores desastres naturais da história do Pacífico". Uma vasta operação de busca e resgate já está a ser preparada pelos serviços de emergência do país. A tempestade tropical de categoria 5 atingiu as ilhas Vanuatu na sua máxima força, com ventos a atingir os 340 quilómetros por hora, avança a cadeia de televisão australiana ABC. De acordo com a Unicef, as ilhas Vanuatu são habitadas por cerca de 260 mil pessoas. A violência da tempestade pode ter provocado dezenas de mortos.

Várias organizações humanitárias relatam uma "total devastação" da capital do grupo de ilhas, Port Vila, onde vivem 40 mil pessoas, segundo o jornal Diário de Notícias.

Publicidade
Publicidade

Alice Clements, porta-voz da Unicef, refere que "parecia que o mundo ia acabar". Em declarações à agência Reuters, acrescentou: "Parece que uma bomba caiu no centro da cidade. Não há eletricidade. Não há água". De acordo com os números oficiais do gabinete de desastres nacionais de Vanuatu, foram confirmados até ao momento, oito mortos e 20 feridos.

Mishen Lulu Gare, porta-voz do Gabinete Nacional de Gestão de Desastres, disse à Radio New Zeland que o ciclone destruiu departamentos governamentais, casas, várias infraestruturas, nomeadamente parte do principal hospital da capital do país. Os sucessivos apagões levaram à interdição das comunicações com as províncias do norte, acrescentou Mishaen Lulu Gare. A impossibilidade de comunicar com a zona norte do país leva a que se desconheça a situação da região, sabendo-se apenas que também terá sido atingida pela tempestade.

Publicidade

Existem relatos de pelo menos 44 mortos na província de Penama, no centro país. Contudo, a informação ainda não foi oficialmente confirmada, revela a ONU. O arquipélago já foi atingido por outro ciclone tropical em 1987. 50 mortos foi o impacto do ciclone Uma. Desta vez, teme-se que o ciclone Pam provoque um rasto de destruição pior. São múltiplas as agências que falam em dezenas de mortos, descrevendo o fenómeno natural como um dos piores desastres na história do Pacífico. #Natureza