Várias pessoas visitaram a mais recente exposição inaugurada no museu sem nenhuma peça de roupa. O nome da exposição de arte era justamente "Getting Naked", em português "Ficar nu", e decorreu na passada sexta-feira, dia vinte e sete de Março, no Museu de Kitchener. As pessoas dispostas a despir-se totalmente para verem as obras puderam, então, observar e apreciar diversas obras de arte expostas, em particular telas e esculturas.

O Museu de Kitchener abriu ao público em Setembro de 2003 e oferece uma série de exposições interactivas. Esta exposição em particular está a causar alguma controvérsia na província de Ontário, no Canadá, bem como a criar uma onda de curiosidade em várias partes do mundo devido ao facto de convidar os visitantes e espectadores a tirar, obrigatoriamente, toda a roupa antes de entrar no Museu Kitchener.

Publicidade
Publicidade

Os visitantes chegaram normalmente vestidos e foram convidados a despirem-se num local privado. A ideia era, segundo o Museu, "deixar para trás a multidão de limites e restrições que a roupa impõe". Os visitantes podiam deixar de ser voyeur para se tornar parte da exposição. A entrada na exposição estava aberta a todas as idades; porém, as crianças menores de 13 anos só podiam entrar acompanhadas pelos pais.

Relativamente à exposição as opiniões dos canadenses dividem-se. Enquanto uns apoiaram a ideia, apesar de acharam a proposta ousada outros, no entanto, consideram-na uma falta de respeito afirmando que não está relacionada com arte em nenhum aspecto. Também em Portugal as opiniões não são partilhadas de igual modo, havendo quem considere a exposição uma forma evoluída, criativa e original de despir o preconceito e quem encare a exposição como uma forma excêntrica, demente e vergonhosa de expor o corpo.

Publicidade

São também várias as pessoas que proferem várias críticas aos corpos fotografados que visitaram a exposição, por não corresponderem aos padrões de beleza estipulados. Apesar da polémica em volta  de "Getting Naked" não foi registado nenhum incidente. No entanto, a discussão continua. E você, ficaria sem nenhuma peça de roupa para poder apreciar obras de arte? #Curiosidades