Esta iniciativa começou há cerca de seis meses. Uma voluntária da ONG local de proteção animal, a Charlie's Angels Animal Rescue, viajava de avião sentada ao lado de um funcionário do Hotel Aloft. Foi na conversa entre ambos que surgiu a ideia de levar cães abandonados e resgatados para o hotel de forma a que os hóspedes os pudessem adotar após uma estadia de convívio.

O programa de adoção tem sido notícia nos Estados Unidos da América mas já começa a fazer sucesso um pouco por todo o mundo. Não se conhece, até agora, outra iniciativa deste género. Até ao momento, foram encontrados lares para cerca de vinte cães, todos resgatados pela ONG Charlie's Angels Animal Rescue e deixados numa estadia temporária no Hotel Aloft.

Publicidade
Publicidade

Assim, os visitantes podem ter contacto com os #Animais e têm oportunidade de criar laços com estes hóspedes de quatro patas. Os empregados do hotel relatam até casos em que mais do que uma família queria adotar o mesmo cão.

Quando existe intenção de adoção, a gerência do hotel encaminha os potenciais adotantes para entrarem em contacto com a ONG Charlie's Angels Animal Rescue. O processo passa pelas fases de entrevista e visitas ao domicílio da família. Se os adotantes forem de outros locais, a ONG pede a instituições locais que efetuem as visitas, de forma a comprovar a aptidão da família para receber e cuidar dos adotados. Já existem outros hotéis e organizações, que ajudam no resgate de animais, a demonstrar o seu interesse em levar esta medida a outras áreas do país como Carolina do Sul, Texas, Califórnia, Flórida e Nova Iorque.

Publicidade

O primeiro contacto entre os potenciais adotantes e adotados realiza-se aquando da chegada dos hóspedes para a sua estadia no hotel Aloft. Os animais têm uma coleira que diz "adota-me" e circulam tanto nas áreas comuns do hotel, como em áreas especificamente preparadas para eles. Neste alojamento, os animais de estimação dos hóspedes também podem ficar acomodados. Os visitantes apenas precisam de avisar o hotel que irão levar consigo os seus companheiros de quatro patas.