A pensar nas pessoas, e no seu lado mais verdadeiro, a Johnson & Johnson lançou recentemente uma campanha que abrange uma vastidão de pessoas diferentes em todos os aspectos. A empresa, especializada na produção de fármacos, utensílios médicos bem como produtos para bebés, lançou esta campanha não só para promover o seu produto "Clean & Clear", mas também para mostrar o lado mais pessoal e íntimo das pessoas que o usam. A campanha intitulada "See the Real Me", ou então em português "Veja o Verdadeiro Eu", conta com a participação de nomes como Clarisa Knows, a atleta que não deixa que nada a derrube, Emma, a rapariga que faz uma viagem de duas horas todos os dias para ir para a escola de dança, e ainda, outros nomes, como a cantora Demi Lovato que mostra que, tal como todas as raparigas, também tem os seus medos e receios.

Publicidade
Publicidade

Porém o que está causar mais controvérsia nesta campanha é a participação de Jazz Jennings, uma jovem de 14 que é um adolescente transgénero. E apesar desta condição ser um conceito muito abrangente, no caso da Jazz, ela foi designada rapaz quando nasceu em 2000, mas aos seis anos de idade, os problemas associados a esta desordem genética (que regra geral só surgem mais tarde), começaram a fazer parte do quotidiano de Jazz. Ela própria diz no anúncio da marca, "Eu sempre soube exactamente quem eu era: uma rapariga presa no corpo de um rapaz", e por esse mesmo motivo, e por garantir que viver nestas condições é difícil ela própria se tornou numa defensora dos direitos dos transgéneros, motivo pelo qual expõe a sua história em documentários, programas de televisão e agora campanhas televisivas.

Publicidade

Recentemente Jazz confessou num programa televisivo a sua orientação sexual, confessando gostar de rapazes, mas que tem receio de ter uma relação devido à sua situação como adolescente transgénero. Toda esta situação deu a Jazz Jennings uma experiência muito grande. Tal como foi dito, ela é defensora dos direitos dos trangéneros, grupo do qual faz parte activamente. Já escreveu um livro infantil a contar a sua história, e tem também um canal no Youtube. Além disso o canal TLC está também a preparar uma série documental sobre a história dela.