A atravessar uma grave crise económica, o Parma tenta de tudo para permanecer na primeira divisão do campeonato italiano de futebol, a Serie A. A equipa transalpina já perdeu três pontos, por salários em atraso, e neste momento está em último lugar do campeonato, com apenas nove pontos. A equipa onde militam os portugueses Silvestre Varela e Pedro Mendes vive o drama de atrasos salariais desde Julho de 2014. Terá uma decisiva reunião, a 19 de Março, entre dirigentes da Liga e clube, onde poderá ser declarada falência e consequente descida de Divisão.

No entanto, surge agora uma possível solução. Segundo o jornal italiano "Il Corriere dello Sport" informa, uma cadeia televisiva italiana, a "Sky Sport", terá apresentado a proposta de salvação do Parma.

Publicidade
Publicidade

Nada mais, nada menos do que um "reality show", onde os protagonistas seriam os jogadores do clube. O programa televisivo seguiria o dia-a-dia dos futebolistas do Parma, e seria compactado num bloco de dez minutos diários, transmitido às 19h00. Não se sabe ainda muito sobre o conteúdo do programa mas, de acordo com o jornal italiano, a solução não parece ter agradado à maioria do plantel. Ao que tudo indica, os atletas não pretendem ter toda a atenção mediática que o programa traria para o plantel.

Mais preocupados com o que podem fazer dentro de campo, os jogadores do Parma sentiram, no passado fim-de-semana o carinho... dos adversários. Os outros clubes do campeonato têm contribuído com ajudas financeiras, permitindo à equipa pagar as despesas mais básicas e continuar a jogar, evitando, desde já, a despromoção, por falta de comparência.

Publicidade

Mas, como vale de tudo para evitar o descalabro do clube, três fiéis adeptos do Parma foram mais longe e fizeram o impensável. Conhecedores de que os bancos dos balneários do Estádio Enio Tardini foram a leilão, estes três adeptos acudiram ao mesmo, compraram os bancos e... devolveram os mesmos ao Parma, num gesto bem demonstrativo da fidelidade dos apoiantes da equipa. Bilhetes mais caros foi também uma das soluções da Direção do Parma, mas a crise não parece ter fim à vista. #Televisão