O artista brasileiro Romero Britto abriu um processo contra a empresa norte-americana Apple pela utilização indevida de imagens de arte da sua autoria numa campanha de marketing. A acção está a decorrer na corte federal de Miami. A acusação baseia-se no facto de que as cores e o estilo utilizados pela marca são os mesmos que os usados por Romero Britto. A campanha da #Apple "Start Something new" (Crie algo de novo) é usada como exemplo no processo jurídico do uso não autorizado dos padrões artísticos de Britto.

Apesar de não ser uma cópia exacta de uma obra integral, o padrão repetitivo e as vibrantes cores encontradas no marketing desta campanha, segundo o artista, fazem com que se estabeleça ligação das imagens com os seus trabalhos. Romero Britto já recebeu várias congratulações por trabalhos realizados com a Apple, mas, no caso desta campanha, não terá havido envolvimento profissional entre nenhuma das partes.

O artista brasileiro pede uma compensação por danos não especificados à Apple e à empresa que ficou responsável pelo design da campanha Craig & Karl. Segundo o seu advogado, para além da indemnização, o marketing associado vai ter que ser completamente alterado para outro que não se assemelhe tanto ao trabalho do pintor e as peças publicitárias vão ter de ser completamente retiradas do mercado.

Romero Britto é pintor, serígrafo e escultor. Possui uma empresa, a Britto Central, que é sediada em Miami. É considerado pelas celebridades um dos mais prestigiados artistas e já produziu trabalhos para grandes nomes, entre os quais Madonna, Michael Jackson, o casal Príncipe William e Kate Middleton e Lady Gaga. As suas esculturas são famosas um pouco por todo o mundo e podem-se encontrar nos mais variados locais, como é o caso do aeroporto da Suíça, ou a escultura junto a um pavilhão multiusos em Berlim. As cores vivas com que habitualmente trabalha são bastante apreciadas e utilizadas em locais urbanos. O artista lançou-se recentemente no mundo da moda, onde produz malas e calçado com padrões dos seus designs.