Um casal de lésbicas do estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América, documentou, através de fotografias que colocaram online, a forma como criaram a sua nova #Família. Através do instagram, as imagens publicadas pelo casal foram recebidas e acompanhadas por milhares de utilizadores da rede social. O casal admite que ficou em choque com o impacto que a sua história está a ter, mas admitem estar muito agradecidas por sentirem que estas imagens servem de "inspiração", como tantos seguidores lhe dizem.

Com o objectivo de iniciarem a sua nova família, as mães, Melanie e Vanessa Iris Roy, decidiram engravidar uma de cada vez com um ano de intervalo.

Publicidade
Publicidade

Essas fases que foram vivendo foram registadas pelas duas, que fotografaram cada momento dos seus respectivos processos de gestação, bem como gravaram cada nascimento, primeiro do filho Jax e, um ano mais tarde, da filha Ero.

Estas fotografias, que mostram alturas semelhantes de gestação de cada elemento do casal, foram postas lado a lado e colocadas de imediato online. A partir daí perderam-lhes o rasto. Num ápice as imagens da jovem família tornaram-se virais e espalharam-se na internet, praticamente da noite para o dia. Passado poucas horas, o álbum de fotografias já somava mais de 150 mil gostos só na página de Facebook. Na primeira fotografia vê-se Melanie (à esquerda) e Vanessa Iris Roy (à direita) em 2014, quando Vanessa estava grávida de Jax. Na segunda fotografia é Melanie que está grávida de Ero, e Vanessa está ao seu lado, com o pequeno Jax a seus pés.

Publicidade

Ao Huffington Post, Melanie disse que "é uma loucura ver que as pessoas se referem à minha família como uma inspiração". Admite que ainda estão em "choque completo" por ver o impacto que as fotografias da sua família e dos seus filhos estão a ter. Ambas queriam ser mães e passarem pela experiência de gravidez, por isso foi simples a decisão de criarem uma família com 2 filhos. As Roys esperam que partilhando a sua experiência, a mesma possa dar força a outros casais do mesmo sexo de constituir também uma família. Quanto à concepção das crianças, o casal não entra em detalhes, mas enaltecem o corpo da mulher. "A forma como ele cria e faz crescer outro ser humano é incrível", diz Melanie ao jornal. #LGBT