Um avião da Germanwings, a filial de baixo custo (low cost) da Lufthansa, realizou hoje, 4 de Abril, uma aterragem de emergência no aeroporto de Estugarda, situado no sul da Alemanha, em consequência de uma avaria técnica. O avião com o número de voo 4U814, tinha descolado às 9h05 (horário de Lisboa) de Colónia, uma cidade do oeste do país, e o seu destino seria a cidade italiana de Veneza. Quase uma hora após levantar voo, o piloto foi forçado a efectuar uma aterragem de emergência na cidade de Estugarda, no entanto sem que se tenham verificado quaisquer feridos.


Segundo informação dada pela agência espanhola EFE, pelas 11h30 (horário de Lisboa) os passageiros, cujo número não foi pormenorizado, ainda permaneciam no aeroporto de Estugarda, onde decorreram vários trabalhos de reparação do avião. Ainda não foram dadas certezas da possibilidade do voo poder vir a ser retomado com destino a Veneza, mas poderá ser inevitável a substituição da aeronave. Entretanto a Germanwings encontra-se em negociações com os passageiros prejudicados. Estes podem optar por regressar num novo voo para a cidade de Colónia ou aguardar a conclusão do voo. Não foram dadas expectativas da conclusão das reparações.

Os passageiros encontram-se incrédulos com o sucedido e alguns deles optaram mesmo por efectuar o regresso a casa através de outras companhias aéreas. "A Lufthansa agora mais que nunca deveria ter em especial atenção as suas aeronaves da Germanwings. Um acontecimento destes só desacredita ainda mais a companhia aérea, estamos duvidosos, o que nos garante que foram feitas as devidas manutenções de rotina?", estas foram algumas das questões levantadas pelos passageiros no aeroporto.

A Germanwings enviou um porta-voz para falar com a imprensa que, em entrevista, declarou que não existem motivos para alarme e que as suas aeronaves são de qualidade. As manutenções são feitas sempre e de acordo com as normas da Lufthansa e da União Europeia. A avaria teve a sua origem no mau tempo que se faz verificar no país.