O Governo Federal dos Estados Unidos da América quer dar-lhe comida de graça, alojamento gratuito e um emprego. Parece bom demais para ser verdade mas de facto esta é uma intenção real, mas com um ligeiro pormenor. Para isso terá que habitar a cidade de Garnet, no estado de Montana, nos EUA. E o que tem de mal esta cidade? É uma cidade desabitada, a mais intacta de todo o estado e há quem afirme que para além de fantasma, é uma cidade assombrada.

A remota cidade que se encontra numa montanha, desenvolveu-se rapidamente nos finais do século XIX, após a descoberta de ouro e prata na zona. Mas na década de 1940, a exploração mineira terminou e a região entrou em falência.

Publicidade
Publicidade

Garnet esvaziou e agora as únicas pessoas que passam tempo na cidade são turistas e voluntários seleccionados pelo Escritório de Gestão Territorial dos Estados Unidos da América.

Os voluntários têm como tarefas conduzir visitas guiadas à zona, vender lembranças temáticas e ajudar na manutenção da cidade fantasma. O trabalho vem com certas regalias: uma cabine equipada, alimentação gratuita e as comodidades modernas, como água canalizada ou comunicação social.

Ao The Montana Standard, o guarda-florestal Nacoma Gain referiu-se à oportunidade de voluntariado em Garnet como uma vida "primitiva, para dizer o mínimo". Explica que é uma oportunidade para quem ame viver ao ar livre e para quem goste de trabalho com a comunidade. Explica que na cidade fantasma de Garnet "não há electricidade, não há Wi-Fi e certamente não há água corrente".

Publicidade

Sublinha contudo, que apesar de todas estas comodidades não estarem disponíveis, em Garnet "há trilhos por explorar e artefactos para analisar". Segundo o guarda-florestal, esta experiência é só para os mais corajosos, pois os voluntários "são realmente deixados à sua própria sorte" quando os turistas abandonam a cidade.

Contudo, apesar de Garnet parecer sedutor, um historiador residente no estado de Montana, afirma que quando o sol se põe, as ruas enchem-se dos espíritos dos antigos e históricos moradores da cidade que vibrava na década de 40. #Curiosidades