Marco Rubio, senador do estado da Florida, junta o seu nome à corrida à presidência norte-americana, juntando-se à lista de candidatos republicanos. Esta lista inclui, por exemplo, Rand Paul, Ted Cruz, Jeb Bush e Scott Walker. Marco Rubio é formado em direito, nasceu a 28 de Maio de 1971, em Miami, é filho de pais imigrantes cubanos e tem 4 filhos. O senador é considerado como" um dos produtos da direita americana da era Obama".

Em 1998 torna-se líder da câmara dos representantes na Florida, e a 2 de novembro de 2010 é eleito senador do estado da Florida com o apoio do movimento "Tea Party". Conseguiu obter quase 50 % dos votos, acabando por ganhar a nomeação a Charlie Christ, então governador.

Publicidade
Publicidade

Assim, a partir de 2010, este foi-se destacando como um elemento promissor da "nova geração republicana".

Rubio é conhecido por ser bastante conservador em assuntos como o aborto. Este baseia os seus discursos em gerar emprego com auxílio dos incentivos e com baixos impostos, falando ainda de soluções fiscais para a classe média e não rejeitando programas sociais. Rubio é ainda conhecido por defender o plano "Gang of Eight", que era um grupo bipartidário responsável por negociar o formato final da lei de Imigração, este grupo é composto por 4 democratas e 4 republicanos, dos quais faz parte Marco Rubio. O senador da Florida foi, assim, um dos redatores deste projeto-lei. Já Rand Paul, que também está a concorrer, opôs-se a este projeto. O mesmo acabou por ser aprovado a 27 de Junho de 2013.

Publicidade

Existe ainda quem afirme que Marco Rubio é a verdadeira ameaça a Hillary Rodham Clinton. Esta ameaça surge devido a vários fatores, um deles é o facto de Rubio ser um orador muito confiante e eficaz, consegue ao mesmo tempo ser poderoso e simpático, sem se tornar arrogante. Outro ponto-chave a favor de Rubio, foi a sua participação na mudança da legislação, isto é, no plano "Gang of Eight", oferecendo assim esperança aos milhões de imigrantes que vivem nos EUA. Rubio afirmou ainda, que tem "qualificações únicas para falar sobre o futuro da América". #Política Internacional