Uma bebé de apenas quatro meses foi encontrada nos escombros de sua casa que foi completamente destruída pelo terramoto, tendo passado dias enterrada pelos escombros. A equipa de salvamento e os pais já a davam como morta e ter sido encontrada viva já é considerado um autêntico milagre. Segundo o Jornal argentino "Todo Noticias", a pequena, de nome Awal Awal, conseguiu sobreviver ao terramoto de 7.8 na escala de Richter, que provocou mais de 5000 mortos. A sua casa não resistiu ao primeiro abalo e com as réplicas réplica acabou por ruir. A bebé ficou completamente soterrada e como consequência passou cerca de dois dias e meio desaparecia e debaixo de toneladas de escombros.

A bebé, que esteve dias sem dar sinais de vida, de repente começou a chorar e a equipa de resgate facilmente deu com ela. Os militares nepaleses que a encontraram dizem ter sido praticamente impossível que tenha sobrevivido, pois a menina esteve dias debaixo de pesados barrotes de madeira, tijolos e placas de betão e encontraram-na coberta de pó, sem uma única lesão ou arranhão.

Os seus pais demonstraram uma alegria indescritível. Segundo o jornal "El Mundo", foi recebida com muita emoção, entre lágrimas e expressões de espanto, num momento em que, depois de tanta tragédia, surgiu alguma esperança. Os seus familiares e vizinhos já atribuem a sua salvação "impossível" a um santo protector e a pequena Awal Awal já é conhecida a nível mundial.

De acordo com o jornal nepalês "Kathmmandu Today", os militares que a encontraram tinham dito já não haver esperanças. Estavam prestes a começar buscas noutro local por outra pessoa desaparecida, quando um dos soldados retirou algumas pedras de um pequeno monte e a bebé voltou a dar sinais de vida. Mas a menina não foi a única a surpreender tudo e todos. Um jovem também foi retirado vivo dos escombros de um edifício, 82 horas depois do terramoto, quando já se achava não ser possível. O seu salvamento durou ainda cerca de 10 horas, pois uma das suas pernas estava presa debaixo de uma viga. #Catástrofes Naturais