Foi na manhã desta quinta-feira, 9 de Abril, que ocorreu o brutal incidente no tribunal italiano, na cidade de Milão. Os disparos foram feitos por um arguido que estava a ser acusado no tribunal de Milão de falência fraudulenta. Durante a sessão, o homem armado terá aberto fogo dentro do edifício e fez pelo menos quatro vítimas, entre as quais o juiz da sessão, que teve morte imediata no local.

As vítimas são o juíz Fernando Ciampi, o advogado Lorenzo Appiani e Giorgio Erba, que também era um dos acusados no mesmo processo do atirador. A quarta vítima, segundo os media italianos, será alguém que sucumbiu de ataque cardíaco na sessão ao assistir ao tiroteio, contudo a sua identidade não foi revelada.

Publicidade
Publicidade

"De repente ouvimos três ou quatro tiros", disse um advogado, Marcello Ilia, à agência noticiosa France Presse. "Tentámos perceber o que estava a acontecer. De repente havia imensos agentes da polícia que nos disseram para não abandonarmos a sala". O advogado garante que para além dessa advertência, ainda os fecharam dentro da sala do tribunal. Assustado, conta que "passados alguns minutos, saímos". Marcello Ilia acrescenta que lhes foi dito que alegadamente estaria "alguém, de fato e gravata, armado dentro do edifício".

O tribunal foi evacuado após os disparos e o susto. O homem começou por se barricar dentro das instalações do edifício, antes de iniciar a sua fuga. A imprensa italiana, aponta o nome de Claudio Giardiello como principal suspeito do incidente no tribunal. Um individuo de 47 anos que tentou fugir do local do #Crime de "scooter" mas foi rapidamente interceptado pelas forças de intervenção italianas.

Angelino Alfano, ministro do Interior italiano publicou que "o presumível assassino de Milão foi detido em Vimerceto (cerca de 30 quilómetros a nordeste da cidade)".

Publicidade

Segundo o que o político acrescentou na sua conta na rede social Twitter, o detido está à guarda dos Carabinieri, o corpo de polícia militarizado italiano. O Palácio da Justiça situa-se no centro histórico de Milão.