Surpresa nas eleições gerais do Reino Unido. O Partido Conservador de David Cameron ganhou com um resultado esmagador que lhe vale a maioria absoluta, com 331 deputados e vai governar por mais cinco anos. As sondagens deixavam antever que nem Conservadores, nem Trabalhistas, ganhariam os 326 deputados necessários para a maioria absoluta. Já as projecções, antecipavam 316 lugares para o partido do actual primeiro-ministro britânico.

Nestas eleições para a Câmara dos Comuns, e de acordo com a BBC, o Partido Conservador conquista 37 por cento dos votos, elegendo 331 deputados. Surge depois o Partido Trabalhista (232 mandatos, menos 26 do que até agora).

Publicidade
Publicidade

A terceira força política do Reino Unido passará a ser o Partido Nacionalista Escocês (SNP), com 56 deputados. Apesar do recente referendo à independência da Escócia, os responsáveis asseguram que o objectivo prioritário é fazer face à austeridade.

No sentido contrário ao SNP está o Partido Liberal-Democrata, que perdeu nada mais, nada menos, do que 46 lugares na Câmara dos Comuns. Passa a quarta força política com apenas oito deputados eleitos. Por fim, há ainda duas outras instituições partidárias com lugar na Câmara baixa do parlamento britânico - o UKIP e os Verdes conquistaram uma vaga cada. #Política Internacional

Demissões nos partidos perdedores

O resultado destas eleições gerais do Reino Unido já originou demissões nos partidos perdedores. Ed Milliband, líder dos Trabalhistas, e Nick Clegg (Liberal-Democrata) já confirmaram a demissão dos seus cargos, com o último a falar mesmo de "uma noite cruel e tortuosa" para o seu partido. Também Nigel Farage, dirigente da UKIP, confirmou a sua saída do cargo, embora não coloque de lado um eventual regresso no futuro próximo.

Cameron encontrou-se com a Rainha

No seguimento do triunfo eleitoral com maioria absoluta, David Cameron teve às 12h30 um encontro com a rainha Isabel II, que deverá ter feito o convite formal para o actual primeiro-ministro formar Governo. O governante acredita que poderá ter o novo Executivo constituído nos próximos dias.