Treizi Lopez foi submetido a acusação na passada quarta-feira, dia 29 de Abril, no Supremo Tribunal de Bridgeport, depois de ter sido detido e acusado de ser o autor do disparo que matou o comerciante português José Salgado, nesta localidade norte-americana pertencente ao estado de Connecticut.

Perto do final da acusação formal em tribunal, o juiz perguntou aos familiares da vítima, presentes na sala, se queriam prestar algum depoimento ou declaração. Joe Salgado, filho de José Salgado, mostrou-se disponível para falar, levantou-se, e foi até ao lado do acusado, dizendo ao juiz que a família da vítima pretende estar presente em todas as sessões do julgamento dos dois arguidos.

Publicidade
Publicidade

Mas, antes de voltar ao seu lugar, e a escassos metros do acusado, Joe Salgado manifestou a sua vontade, dirigindo-se a Treizi: "Espero uma sentença dura para os dois arguidos, não menos do que a prisão perpétua. Que Deus te garanta a mesma misericórdia que deste ao meu pai". Já no final da sessão, e com vários elementos da comunicação social dos EUA, Joe confessou que a família irá fechar a loja a partir deste fim-de-semana, depois de vender todo o stock.

José Salgado foi assassinado durante um assalto

Foi no passado dia 12 de Abril, que dois homens encapuçados entraram na mercearia onde José Salgado, de 57 anos, era proprietário, e onde trabalhava com a mulher, sendo atingido fatalmente com um tiro no pescoço disparado por Treizi Lopez, enquanto a vítima puxava dinheiro do bolso para entregar aos assaltantes.

Publicidade

A esposa, Maria Salgado, contou às autoridades que o marido lhe pediu que pegasse numa arma debaixo do balcão, e que terá sido nessa altura que o assaltante disparou.

Autoridades capturaram os dois suspeitos em duas semanas

Dois dias depois da tragédia que abalou a comunidade portuguesa no Connecticut, as autoridades prenderam o co-autor do assalto, Leighton Venderberg de 22 anos, depois deste ter revelado ao agente de liberdade condicional que estava presente no assalto que deu origem ao assassinato. Seguiram-se duas semanas de caça-ao-homem, em busca de Treizi Lopez, que nunca mais pernoitou duas vezes no mesmo sítio, e mudou a sua aparência para iludir nas buscas. Contudo, o assassino acabou detido ao fugir pelas traseiras do apartamento de um amigo, depois de uma operação policial montada por baixo do prédio de 3 andares.

Formalmente acusado em tribunal, o arguido junta-se a Leighton Venderberg em prisão preventiva, enquanto decorrem as sessões de julgamento até à acusação final. #Crime