Após um violento ataque a um helicóptero militar no estado de Jalisco, no México, morreram 3 militares, 12 pessoas ficaram feridas e 3 das pessoas ainda se encontram desaparecidas. Este acontecimento ocorreu esta sexta-feira, 1 de Maio, por volta das 15h, quando um grupo de seis veículos, com cerca de 30 pessoas armadas, dirigiu um ataque ao helicóptero militar que fazia uma viagem de reconhecimento aéreo. O helicóptero foi forçado a fazer uma aterragem de emergência, caso contrário o impacto nas pessoas poderia ter sido muito mais trágico.

A polícia federal mexicana encontra-se neste momento na área a analisar a situação e, para já, conseguiu identificar quatro dos seis veículos que foram abandonados pelas pessoas que atacaram o helicóptero. Em declarações à imprensa, a polícia informou que irá averiguar a situação e que estará atenta a todo o processo deste violento ataque ao helicóptero militar, assim como também irá continuar a procura pelas pessoas desaparecidas. Para que seja possível iniciar uma busca mais precisa espera-se que os respectivos familiares alertem as autoridades.

A identificação dos 3 militares falecidos no ataque ainda está em análise, dado que o acontecimento ainda é muito recente para que a polícia pudesse já ter identificado os corpos.

O ataque ao helicóptero aconteceu no meio de grandes confrontos de violência que têm ocorrido na região oeste do México devido ao narcotráfico (comércio de substâncias tóxicas).

Publicidade
Publicidade

Hoje está a ser um dia difícil em Jalisco, México, onde vários polícias, criminosos e pessoas inocentes morreram e desapareceram por causa dos bloqueios levados a cabo por parte dos traficantes que produzem estas substâncias tóxicas. #Terrorismo

Várias vias de ligação, com autocarros e camiões que foram incendiados por criminosos, foram bloqueadas entre Autlan e Guadalajara, a segunda maior cidade do México. O objectivo é prender os líderes das produções de estupefacientes, tarefa que a polícia afirma estar a ser difícil uma vez que eles conseguem sempre fugir.