Foram registadas mais 5 pequenos sismos, de magnitude 4, na passada sexta-feira, no Nepal. A Blasting News noticiou o terramoto do Nepal, da passada terça-feira, que teve uma magnitude de 7.3. Os sismos de ontem foram registados no distrito de Dolakha, a leste de Katmandu, durante a madrugada e a manhã. O ministério do interior do Nepal já anunciou que, no terramoto de 12 de Maio, morreram 107 pessoas e 2.563 pessoas ficaram feridas. As autoridades do Nepal também anunciaram que o devastador terramoto de 25 de Abril, dizimou 8.151 vidas e fez 17.861 feridos. Foi também revelado que desde o abalo sísmico de Abril no Nepal, foram registados 211 pequenos abalos. Ainda se mantém as operações de salvamento e foi anunciado o desaparecimento de um helicóptero dos EUA e 2 soldados nepaleses, disse o Economic Times of India.

Segundo o Volcano Discovery, um site que informa, monitoriza e avalia actividade sísmica, há uns preocupantes 40 vulcões em erupção neste momento. O site explica, em breves estatísticas, que houve 3.542 vulcões no século XX - uma média de 35 vulcões por ano; por isso, a actual actividade de 40 vulcões está preocupantemente acima da media do século XX. O site também refere que o terramoto Nepal é o maior terramoto dos últimos 80 anos.

Segundo o Volcano Discovery, tem havido um crescimento de terramotos de grande magnitude. Entre 2000 e 2009, houve um crescimento de 38.9% de terramotos de magnitude 6. Há uma demonstrável agitação nos super vulcões, diz o Volcano Discovery. Eis uma lista dos, actualmente, mais perigosos vulcões do mundo, que estão a revelar sinais de aumento de actividade:

1 - Islândia

2 - Santorini, Grécia

3 - Uturuncu, Bolivia

4 - Yellowstone, EUA

5 - Long Valley, EUA

6 - Laguna del Maule, Chile

7 - Campi flegrei, Italia

Quarta-feira, o Japão foi atingido por um terramoto de magnitude 6.8: "o terramoto desta manhã foi um reflexo do terramoto de 2011, no noroeste do Pacífico" disse Yohei Hasegawa, porta voz da Agência Meteorológica Japonesa, e avisou que "podem estar a caminho mais terramotos". E o Washington Post relatou recentemente vários terramotos de grande magnitude na Papua-Nova Guiné. Também o Geolocical Survey, EUA, confirmou que "um terramoto de magnitude 7.1, foi registado perto de Panguna, na ilha Bougainville", o 4º grande terramoto, numa semana, no Pacífico.

As causas desta intrigante actividade sísmica podem ser explicadas pela actividade anormal das placas tectónicas. Um artigo recente publicado na LiveScience, informava que a comunidade cientifica está a debater a grande quantidade de terramotos e vulcões, em actividade neste momento em todo o planeta. E a explicação para esta actividade sísmica, pode estar no facto do campo magnético da Terra ser 10 vezes mais fraco do que se pensava. O campo magnético da terra é fundamental para a estabilidade das placas tectónicas que, ao moverem-se, causam os terramotos. Para além disso, referiu um dos cientistas nesse artigo, o sol está num decréscimo de actividade, "a mais baixa actividade em 9300 anos" - aludindo para o facto que a relação interactiva dos astros interfere na estabilidade das placas tectónicas do planeta Terra. #Ambiente