John Nash, matemático durante toda a sua vida na Universidade de Princeton, morreu ontem aos 86 anos, juntamente com a sua esposa, Alicia, de 82, aquando de um acidente de carro no estado de Nova Jérsia, nos EUA. O casal seguia a bordo de um táxi na Interchange 8ª, em Monroe Twownship, quando, ao ultrapassar um outro veículo pela faixa da esquerda, o condutor do táxi perdeu o controlo do carro embatendo no separador central. John e Alicia foram logo projectados do carro por, segundo crê a polícia, não estarem a utilizar o cinto de segurança. Houve ainda um outro veículo envolvido no acidente que também embateu no separador central.

Em 1994, o matemático norte-americano ganhou o Prémio Nobel da Economia pela sua "Teoria dos Jogos", que consistia numa análise detalhada de modelos matemáticos que levam à tomada de decisões estratégicas.

Publicidade
Publicidade

Nash desde cedo vivia lado a lado com a esquizofrenia, mas sempre sem se deixar levar pela doença. Em 2001, viu a sua vida retratada em "Uma Mente Brilhante", um filme de Ron Howard, que contou com Russel Crowe a interpretar John Nash, baseado na biografia que havia lançado em 1998.

O ator, o ministro das finanças da Grécia Yanis Varoufakis e a Academia dos Prémios Nobel já prestaram a sua homenagem ao casal no Twitter. Russel Crowe apelida o casal de "Mentes e corações bonitos", Varoufakis diz que "ler o seu trabalho foi uma inspiração" e que o ter conhecido e ter passado algum tempo com ele foi um "bónus imerecido" e a Academia publicou um link para a biografia de John Nash.

Um casamento feliz, de quase 60 anos, terminou assim de forma trágica e injusta para o casal, ao contrário do taxista, Tarek Girgis, que, segundo a imprensa local, foi retirado do veículo e logo de imediato transportado para o Hospital Universidade Robert Wood Johnson com apenas algumas lesões ligeiras.

Publicidade

Um terceiro passageiro, que ia a bordo de um outro carro que acabou por se ver envolvido no acidente, foi também levado para o hospital, mas apenas com algumas lesões no pescoço. #Cinema #Personalidades