No passado sábado, dia 25 de Abril, o Nepal foi avassalado por um sismo de magnitude 7.8 na escala de Richter. Este tremor de terra foi considerado o maior na região nos últimos 80 anos, provocando avalanches no Monte Evereste, provocando pelo menos 18 mortes. Devido a este acontecimento, pelo segundo ano consecutivo, foram canceladas as expedições na melhor época para os amantes da escalada (10 a 12 de Maio). Seis dias após o desastre natural, foram encontrados 2 sobreviventes em Katmandu (capital do país). O resgate foi celebrado e considerado como um milagre.

Um adolescente de 15 anos foi localizado por uma equipa norte-americana de busca e salvamento, por baixo dos escombros de uma pensão em que este trabalhava.

Publicidade
Publicidade

 O jovem conseguiu sobreviver estes cinco dias comendo apenas um pote de manteiga.  Já no hospital de campanha para onde Pema Tamang foi levado, quando perguntado se esperava sobreviver, a resposta foi apenas "nem pensar". Relatou que estava a almoçar com um amigo quando o terremoto aconteceu.

Algumas horas depois, uma equipa de resgate formada por noruegueses, franceses e israelitas resgatou uma mulher, com cerca de 30 anos, Krishna, sendo que ela também trabalhava num dos albergues da zona. Um dos responsáveis pelo seu resgate afirmou que ela estava com alguns ferimentos no corpo, mas estava consciente e falava. Com a quantidade de corpos resgatados ao longo destes dias, a esperança de resgatar mais sobreviventes deste desastre torna-se cada vez mais remota.  

Consta-se que mais réplicas se irão sentir nas próximas semanas, pensando que algumas delas poderão atingir os 5 graus de magnitude na escala de Richter.

Publicidade

A Comissão para a Energia Atómicas e Alternativas concluiu, depois de analisar os registos históricos dos sismos no Nepal, que era previsível um sismo ocorrer na altura que em este ocorreu.  Este desastre já conta com quase 6 mil mortes e mais de 11 mil feridos. Mais de 100 pessoas foram também atingidas mortalmente pelo terremoto nos países vizinhos, como a Índia e a China.  #Natureza #Catástrofes Naturais