Um avião militar de transporte, o Hércules C-130, caiu esta terça-feira, 30 de junho, na Indonésia, numa zona residencial de Medan, que situa a norte da ilha Sumatra, pouco depois da descolagem. Segundo Fuad Basya, porta-voz do exército, a aeronave tinha descolado de uma base militar por volta das 11h30, horário local, e caiu cerca de dois minutos depois a cerca de cinco quilómetros de distância da base militar. O avião transportava no total 113 pessoas, das quais 12 eram tripulação, segundo o exército local. A queda do avião provocou um incêndio e pelo menos 38 mortos.

O director da Cruz Vermelha Eko Triandi, disse à Agence France-Presse que receberam "38 corpos, incluindo uma criança". Dos 12 membros da tripulação, segundo a imprensa local, três eram pilotos, um navegador e oito técnicos. A aeronave despenhou-se em cima de uma casa e do Hotel Berastapi, incendiando logo as infraestruturas e os carros que se encontravam perto das imediações, segundo foi adiantado pelo corpo de bombeiros.

Alguns moradores daquela zona dizem ter reparado que o avião apresentava problemas mal descolou, "A aeronave inclinou-se e começou a deitar fumo, acabando por se despenhar. As equipas de emergência chegaram quase de imediato ao local e iniciaram logo o retirar dos corpos das vítimas dos escombros."

Até ao momento ainda não foram apuradas as causas que provocaram a queda da aeronave e as equipas de emergência continuam a retirar os corpos. Devido ao aparato do acidente crê-se que não existam sobreviventes deste #Acidente de Aviação.

Este já não é o primeiro incidente com aviões na Indonésia pelo que existem grandes problemas a nível de segurança quer militares quer civis. Em abril deste ano, um F-16 incendiou-se logo quando descolava, obrigando o piloto a ejetar-se em pleno voo para salvar a sua vida. Em dezembro do ano passado, um avião da companhia aérea AirAsia, com destino a Singapura, teve uma avaria enquanto estava a sobrevoar o mar de Java, tendo mesmo acabado por se despenhar provocando assim a morte das 162 pessoas que se encontravam a bordo.