Depois de uma semana de calor infernal, a chuva de ontem foi vista como uma bênção por grande parte da população indiana. A vaga de calor já ceifou mais de 2200 vidas. Com temperaturas acima dos 40 graus centígrados há já mais de uma semana, o fim parece não estar à vista. Os estados de Telangana e Andhra Pradesh, localizados no sul do país, têm sido os mais atingidos.

Apesar da chuva registada durante o dia de ontem, parece que o alívio não está para durar. O departamento de meteorologia informou que a temperatura poderá atingir valores a rondar os 45 graus centígrados durante os próximo dias, e atribuíram o grau de "severa" à vaga de calor que assola o país.

Publicidade
Publicidade

Todos os anos, centenas de indianos, principalmente pertencentes à população mais empobrecida, morrem durante a estação do verão, mas este ano já regista o número de mortes mais elevado desde 1995.

O primeiro-ministro indiano, Narendera Modi, apelou a toda a população para tomar as devidas precauções durante os próximos dias, de modo a protegerem-se da insolação e da desidratação. Foram estabelecidos pontos de distribuição de água nas áreas mais afectadas e dadas instruções aos centros hospitalares para tratarem qualquer indivíduo que sofra de insolação.

A população foi aconselhada a não sair durante os períodos de temperatura mais elevada, mas os agricultores, entre outros trabalhadores, não consideram esta opção como viável, pois dependem do trabalho para garantir a sobrevivência das suas famílias.

Publicidade

O excesso de consumo de eletricidade, devido à utilização de ar condicionado, já provocou vários cortes de eletricidade por todo o país, agravando ainda mais a situação.

Toda a população aguarda as chuvas das monções, que varrem o país todos os anos. A chegada das chuvas estava prevista para o dia 30 de Maio, mas estas abrandaram na Baía de Bengala, e espera-se que atinjam o país na próxima segunda-feira. O Centro de Ciência e Meio #Ambiente (Center for Science and Environment) alertou que é provável que o país enfrente verões ainda mais quentes nos próximos anos. O Centro também informou que oito dos dez anos mais quentes na Índia foram registados na última década (2001-2010).