Foi em plena 5.ª Avenida, a partir de uma das torres batizadas com o seu nome, que o multimilionário Donald Trump anunciou oficialmente que irá concorrer nas primárias republicanas, com vista à sua candidatura à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2016. Com esta declaração, feita perante centenas de pessoas, o famoso empresário de 69 anos deitou por terra as piadas e rumores que se avolumavam e que davam conta que não passaria de pré-candidato, como aconteceu em eleições anteriores.

Dono de uma fortuna líquida que o próprio afirma rondar os 8,7 mil milhões de dólares (cerca de 7,8 mil milhões de euros) - embora a revista Forbes apenas avalie a sua fortuna em sensivelmente metade desse valor -, construída graças ao seu empreendedorismo no setor imobiliário, Donald Trump prepara-se agora para se confrontar com os restantes 11 republicanos que também já se apresentaram na corrida pelo lugar.

Publicidade
Publicidade

Rivais de peso

Para já, o seu principal oponente parece ser Jeb Bush. Filho de um ex-presidente americano e irmão de outro, o ex-governador da Florida tem a seu favor os potenciais 29 votos eleitorais daquele estado, que iriam facilitar grandemente a chegada dos republicanos à Casa Branca.

Apostado em fazer renascer das cinzas o 'Sonho Americano' , o conhecido produtor e apresentador do reality-show "O Aprendiz", exibido pela NBC, é um fervoroso crítico dos líderes norte-americanos, nomeadamente de Barack Obama (inelegível para um terceiro mandato) e da secretária de Estado Hillary Clinton, forte candidata democrata à presidência dos Estados Unidos.

Alvos a abater

As suas declarações polémicas no que toca ao controle de posse de armas (que contesta) e à sua intolerância face à imigração ilegal (ele próprio neto de imigrantes alemães), e que subiram agora de tom ao declarar que, se chegar à Casa Branca, irá mandar construir um grande muro na fronteira com o México, prometem dar muito que falar entre o eleitorado.

Publicidade

Igualmente controversas são, ainda, as suas ideias relativamente ao Medicare (sistema de seguros de saúde gerido pelo governo) e ao Medicaid (programa de saúde social para indivíduos e famílias com baixos rendimentos). #Política Internacional #EUA