George Mendes é emigrante português em Nova Iorque e mais um que levou os dotes culinários além mar para partilhar as receitas lusitanas com outras nacionalidades. Mas será mesmo mais um? Uma estrela Michelin no seu primeiro restaurante, o Aldea, prova que não. E George não poderia estar mais satisfeito com a inauguração do seu segundo restaurante na cidade nova-iorquina. Lupulo já virou moda em Nova Iorque e ninguém parece querer perder os dotes de #Culinária deste português.

Segundo um dos mais conhecidos críticos de culinária norte-americanos, Steve Cuozzo, nas paginas de hoje, dia 26 de junho, no New York Post, este restaurante português é um sonho que nunca pensaram ser possível ver em Nova Iorque. Tudo isto graças ao "estilo de taberna de um qualquer bairro português em Lisboa, servindo comida deliciosa em pratos rústicos, em plena esquina do sul do centro de Nova Iorque". O crítico acrescenta ainda que Lupulo é "encaixotado com diversão nocturna e afogado na impactante fusão entre cozinha regional e design inspirador", culminando com a certeza de que é o "restaurante em Manhattan mais atraente desde o Santina".

Uma das características apreciadas pelos frequentadores do restaurante é a sua cerveja de pressão, o típico "fino" ou "imperial", deixando de lado a cerveja engarrafada, que costuma fazer sucesso acompanhada de rolos de pão com chouriço feitos noutro estabelecimentos de um português, a Teixeira Bakery. Além disso, o camarão, embora caro, é, segundo o crítico, um dos melhores que já provou, acrescentando que é apanhado em águas ibéricas, o que lhe acrescenta mais valor.

Os emigrantes lusitanos têm uma vasta tradição em exportar a cozinha tradicional portuguesa para vários pontos do mundo, havendo casos tão bem sucedidos que chegam a rivalizar com as grandes empresas multinacionais relacionadas com comida, como é o caso do Restaurante Nando's. Originalmente fundado por um português na África do Sul, este nome é hoje um ponto de referência nas grandes metrópoles mundiais.

Independentemente de este restaurante criar ou não uma tradição, é certo que a chanfana de cabrito do Lupulo já caiu no goto de Nova Iorque, caminhando a passos largos para ser um dos pratos do ano de 2015 na cidade que nunca dorme. Espera-se assim muito sucesso para este português. #Emigração