O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, divulgou na manhã deste sábado, 27 de Junho, que existe uma cidadã portuguesa na lista das 39 vítimas mortais do ataque ao hotel tunisino, o Riu Imperial Marhaba, em Port El Kantaoui, na Tunísia. José Cesário confirmou esta informação após contactos com a Embaixada Portuguesa na Tunísia, em Tunes. Sem divulgar nomes ou a cidade de residência da vítima, o Secretário de Estado adiantou que um representante destacado pela Embaixada Portuguesa naquele país está a acompanhar o corpo, que será autopsiado brevemente no Hospital Charles-Nicolle, em Tunes. Segundo a Agência Lusa, um dos responsáveis pelo hotel garantiu que esta mulher de 76 anos era a única portuguesa hospedada no resort turístico durante o ataque, que já foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

Publicidade
Publicidade

Recorde-se que este ataque terrorista foi feito por um único homem, Abou Yahya al-Qayrawanique, que entrou no resort de barco, fazendo-se passar por turista, acabando por disparar indiscriminadamente contra os turistas que estavam a banhos na praia. O terrorista acabou abatido pelas autoridades, tendo matado 38 turistas, na sua maioria de nacionalidade inglesa, e ferido cerca de 40 outras pessoas. Segundo a conta de Twitter associada ao Estado Islâmico, este atentado surge na tentativa dos terroristas islamitas impedirem a "invasão" de turistas com nacionalidades ocidentais em países que estão em luta contra esta organização terrorista, acrescentando ainda que um resort é um "local de fornicação e pecado", e que por isso deveria "ser limpo".

Na sequência deste atentado, Habib Essid, Primeiro-ministro da Tunísia, mandou encerrar cerca de 80 mesquitas associadas ao Estado Islâmico, com medo que se repitam novos ataques.

Publicidade

Entretanto, várias cidades daquele país estão a sofrer um êxodo de turistas, que regressam aos seus países de origem. Só para Inglaterra partiram 10 vôos de emergência com turistas ingleses que abandonam assim o clima de medo que se vive na Tunísia. #Terrorismo