O milionário Donald Trump parece estar a dar passos significativos na sua corrida por um lugar à Casa Branca. Numa sondagem revelada esta segunda-feira, dia 20 de Julho, Trump surge na frente das preferências dos eleitores republicanos. Desde que apresentou a sua candidatura, o empresário tem feito algumas declarações controversas. Ele criticou por exemplo os imigrantes mexicanos e o senador John McCain, facto que poderá vir a afectar futuras sondagens.

Actualmente estão na corrida à vaga republicana para as #Eleições Presidenciais de 2016 15 pré-candidatos. Donald Trump surge na sondagem encomendada pelo Washington Post e pela ABC News na frente com 24% das intenções de voto dos eleitores republicanos, com Scott Walker na segunda posição a uma distância superior a 10% (13%) e Jeb Bush com 12%.

Publicidade
Publicidade

No entanto as próximas sondagens poderão vir a sofrer uma grande alteração já que, depois de criticar duramente o eleitorado imigrante, em especial o mexicano, o magnata do mobiliário voltou a fazer declarações polémicas, desta feita envolvendo uma classe muito respeitada nos Estados Unidos, os veteranos de guerra. De referir que a sondagem foi feita antes destas declarações.

No sábado passado Trump colocou em causa o estatuto de herói de John McCain. Estas afirmações não caíram bem na opinião pública norte-americana e o Washington Post afirma que a popularidade de Trump terá sido afectada entre as pessoas que responderam ao inquérito depois das declarações. Relembre-se que o título de herói de guerra do senador John McCain se ficou a dever a um incidente na Guerra do Vietname em que McCain foi capturado em Hanói e esteve em cativeiro durante cinco anos, tendo sido torturado pelos militares vietnamitas.

Publicidade

Já Donald Trump fugiu sempre da guerra através de vários adiamentos de alistamento.

John McCain já respondeu às declarações de Donald Trump, referindo que mais do que um insulto à sua pessoa, o milionário deveria pensar em pedir desculpa aos veteranos de guerra e a todas as suas famílias que se sacrificaram pelo país. As próximas sondagens irão certamente reflectir o impacto destas declarações. Os Estados Unidos são conhecidos por venerar os seus soldados, pelo que uma declaração deste género é vista como uma falta muito grave. #Política Internacional #EUA