Um emigrante português, a viver em Caracas e proprietário de uma padaria no centro da cidade, foi esta terça-feira, 21 de Julho, violentamente assassinado por três locais. Segundo as autoridades, o famoso dono da padaria "Lamedor Dely" foi surpreendido por três assaltantes enquanto dirigia. Manuel da Conceição terá recusado dar o que os criminosos pretendiam, o que levou a que estes o matassem. A agência Lusa avança que o português foi morto com quatro tiros, enquanto estava dentro da sua viatura, a caminho do seu trabalho, por volta das 6 da manhã locais.

Manuel da Conceição, emigrante português a viver em Caracas e dono de uma padaria local, foi esta manhã assassinado nas ruas da capital da Venezuela.

Publicidade
Publicidade

Segundo os relatos da comunidade portuguesa local, o comerciante estava a deslocar-se para o seu trabalho com a sua viatura, como faz todas as manhãs, mas desta feita o português não chegou a entrar na sua famosa padaria, "Lamedor Dely".

Segundo avançam as autoridades locais, o emigrante português foi vítima de um assalto armado por parte de três assaltantes. Apesar de ainda nada estar confirmado, visto que o Corpo de Investigação está a analisar o caso, crê-se que Manuel da Conceição terá resistido à vontade dos criminosos, levando a que estes se descontrolassem e o matassem com quatro tiros, ainda dentro do seu veículo. Infelizmente, os assassinos ainda não foram identificados e deverão ainda continuar a monte.

Segundo noticia o Correio da Manhã, os relatos dos cidadãos locais, e também dos emigrantes portugueses, afirmam que a Venezuela, principalmente Caracas, é um local bastante perigoso, onde é normal existirem cenas de violência e mesmo de homicídio, como neste caso.

Publicidade

Para além da enorme pobreza e falta de condições verificadas nas ruas de Caracas, o #Crime organizado é bastante comum, sobretudo devido ao enorme tráfico de droga que assola a Venezuela e todos os países à sua volta. Será algo a ter em conta pelos os emigrantes portugueses que pensam mudar-se para este país, que muitas vezes tem boas propostas de trabalho. #Emigração