Foram detidos na passada quinta-feira, 16 de julho, dois portugueses que transportavam cerca de 336 quilos de resina de cannabis dentro de um camião que circulava na auto-estrada francesa n.º 9, segundo comunicou ontem a Autoridade Aduaneira francesa, através da sua página oficial na internet. Os dois portugueses transportavam a resina de cannabis embalada dentro de plásticos próprios para o efeito, chamados de "embrulhos marroquinos", escondidos dentro de uma palete, no porão do camião onde se deslocavam.

O camião foi interceptado durante uma operação de vigilância e inspecção rodoviária por parte das Autoridades Aduaneiras, na região francesa de Narbonne, em plena A9.

Publicidade
Publicidade

As autoridades deram ordem de paragem ao condutor do camião, que obedeceu, encostando para a fiscalização. Terá dito aos agentes que transportava medicamentos com destino a Itália e a fiscalização foi operada sem encontrarem a droga. No entanto, e depois de considerarem que os dois portugueses estavam com ar suspeito, acabaram por recorrer à unidade canina para inspeccionar o veículo, e os cães encontraram uma palete na bagagem do camião.

Os dois portugueses foram detidos, ficando na esquadra da Polícia de Perpignan, na região dos Pirenéus franceses, e serão presentes ao Tribunal de Instância Criminal (TIC) de Narbonne. Este é já o segundo caso de portugueses detidos por traficarem grandes quantidades de estupefacientes no espaço de duas semanas. Um conhecido traficante português em Paris, de alcunha "José le Portugais", foi detido no início deste mês, numa mega operação que se acabou por revelar uma fraude por parte da polícia francesa.

Publicidade

O português, em conjunto com outros oito traficantes, foram apanhados a fazer uma transacção que envolveu cerca de 200 quilos de cocaína no valor de 4,5 milhões de euros, mas o Tribunal de Apelo de Paris deu como provado que a operação foi criada por dois agentes da Unidade Central de Combate aos Estupefacientes para depois a poderem desmantelar. O traficante português continua em prisão preventiva.

Em 2014, as alfândegas francesas apreenderam 198,4 toneladas de narcóticos, incluindo 157,3 toneladas de cannabis. #Crime