Um emigrante português de 23 anos, residente na comuna de Orbe, cantão de Vaud, esteve envolvido numa colisão, no passado dia 2 de julho, entre um comboio e a sua viatura, numa passagem de nível perto da cidade de Echallens, na Suíça. Embora o #Acidente tenha sido aparatoso e o jovem português tenha sido transportado para o hospital da região, o mesmo encontra-se fora de perigo. Por entre os passageiros do comboio não houve registo de qualquer ferimento.

O acidente ocorreu por volta das 15h00 locais, na quinta-feira, 2 de julho, quando um comboio, pertencente à companhia ferroviária Lausanne-Echallens-Bercher (LEB), colidiu com a viatura do emigrante português que se encontrava a atravessar uma passagem de nível sem barreiras, na passagem entre Echallens e Sugnens, na vila de Villars-le-Terroir, em Les Milandes. O jovem português não conseguiu escapar a tempo de evitar a colisão, pese embora a tentativa do maquinista de travar, vendo a sua viatura ser projectada para um campo ao lado da passagem de nível.

O jovem português condutor do veículo tinha terminado algum trabalho agrícola e dirigia-se para casa quando foi surpreendido pela composição da LEB, que se acercou do veículo pela esquerda. O maquinista conseguiu proceder às manobras de emergência necessárias para parar o comboio, que viajava a uma velocidade de cerca de 80 quilómetros por hora. Dentro do comboio encontravam-se nove passageiros que se sentiram abalados com o susto, mas os mesmos não apresentaram ferimentos após consulta dos paramédicos que se deslocaram ao local.

O emigrante português foi assistido por um médico e conduzido para o Hospital St-Loup por um veículo-ambulância do Serviço Móvel de Urgência e Reanimação (SMUR). No local estiveram os paramédicos do Hospital North Vaudais com um veículo SMUR, uma equipa técnica da LEB e três carros patrulha da Gendarmerie Mobile, que tomaram conta da ocorrência e procederão às habituais diligências para apurar os motivos deste acidente, mais um com emigrantes portugueses. #Emigração