No nosso dia-a-dia estamos sujeitos a uma constante exposição da nossa imagem mas nunca pensamos que isso possa acontecer em locais onde a nossa privacidade deve ser preservada acima de tudo. O insólito aconteceu numa casa de banho da cadeia Starbucks. Numa loja localizada em Lancaster (Califórnia) nos Estados Unidos da América uma mulher foi com o seu filho de cinco anos à casa de banho da loja e o que descobriu deixava qualquer ser humano que se preze perplexo.

O filho de cinco ano descobriu debaixo do lavatório um smartphone que gravava todos os que entravam na casa de banho do estabelecimento, sendo que o mais aterrador é que o mesmo estava apontado para a sanita e estava colocado em modo de gravação de vídeo.

Publicidade
Publicidade

Ou seja, era utilizado para gravar as pessoas enquanto usavam a sanita. Ao descobrir o telefone, a criança perguntou à mãe o que fazia um telemóvel preso debaixo do lavatório. O equipamento encontrava-se disfarçado com papel higiénico.

Em declarações à cadeia norte-americana KTLA a mulher confessou que ficou perplexa e em choque com toda esta situação: "é um ato de violação de privacidade, não só minha como do meu filho". A polícia foi chamada ao local para começar a investigação do caso não conseguindo ainda confirmar quem terá colocado ali o equipamento e o local para onde estariam a ser enviados os vídeos.

Em comunicado, o porta-voz da cadeia de lojas Starbucks fez saber que a empresa está incomodada e revoltada com tamanha falta de respeito para com a privacidade das pessoas e que está a tomar medidas imediatas que ajudem a que estas situações não voltem a acontecer e a identificar de imediato os prevaricadores, apesar dos funcionários das lojas terem instruções específicas para inspecionar as casas de banho de forma regular.

Publicidade

Este já não é o primeiro incidente deste tipo numa loja Starbucks. Em Abril deste ano, um homem foi detido por alegadamente ter tentado colocar por duas vezes uma câmara de vídeo na casa de banho do estabelecimento localizado também na Califórnia mas na localidade de Walnut Creek. #Crime