Uma investigação foi lançada recentemente após um invulgar incidente no qual várias pessoas em Leicestershire, Inglaterra, receberam uma misteriosa chamada de madrugada, entre as 2h00 e as 5h00. De acordo com o The Independent, a chamada em questão era ilegal, tendo sido levada a cabo por parte de uma empresa de marketing que está a prestar serviços a uma outra empresa de segurança (os nomes de ambas as entidades não foram revelados). A maioria das pessoas desligou o telefone e contactou as autoridades. No entanto os mais idosos que receberam a chamada ficaram assustados, duvidando da sua segurança no seu próprio lar. 

A chamada começava sempre por dizer as mesmas palavras: (“As noites negras vêm aí e com a polícia menos ativa, quão segura é a sua casa?”, em tradução livre), levando várias pessoas, aterrorizadas pelo discurso, a carregar na tecla 1 dos seus telefones de modo a marcarem uma reunião com a companhia de segurança em questão para comprarem um alarme para as suas habitações.

Publicidade
Publicidade

O caso originalmente foi divulgado pela rádio Harborough FM, que terá sido contactada por cerca de duzentas pessoas que passaram pela experiência. Nick Shaw, locutor dessa rádio, referiu que a maioria das pessoas ignorou a chamada, apesar de os mais idosos terem ficado aterrorizados. Algumas das pessoas que receberam esta chamada receberam ainda uma outra similar à anterior, no entanto o objetivo era a persuasão para arranjar um seguro de habitação.

Uma fonte da Information Commissioner’s Office (ICO), entidade que está encarregada de casos relacionados com telecomunicações, salientou ao The Independent que este género de chamadas realizadas sem o consentimento devido dos clientes são ilegais, apelando aos lesados para apresentarem queixa de modo a terem em mãos um caso "mais sólido". 

Uma das pessoas que recebeu essa chamada, Cheryl Barham de 60 anos de idade, revelou que foi acordada pelo telefone por volta das 5h00.

Publicidade

Temendo que alguma coisa de mal tivesse acontecido a algum dos seus entes queridos, atendeu o telefone, apenas para o desligar de frustração devido ao falso alarme.

Gordon Birch, que também foi acordado pelo telefonema, não chegou a tempo de o atender e ao clicar 1471 (uma função existente nos telefones do Reino Unido que permite que alguém ligue de volta a uma chamada não-atendida) descobriu que não era possível ligar de volta ao número em questão. #Insólito