E se o seu filho de 5 anos lhe telefonasse a dizer que havia perdido a mãe e a irmã mais velha num #Acidente? Como reagiria? Este é o caso que está a comover o mundo e muitos buscam a resposta para saber onde a criança foi buscar a força e discernimento para tal acto. O New York Daily News dá a conhecer a história de uma criança de 5 anos que, após sofrer um acidente de carro com a mãe e a irmã mais velha, ligou para o pai a informá-lo destas mortes.

Este caso ocorreu no estado de Nova Iorque (EUA) quando a criança, a mãe e a irmã mais velha voltavam a casa depois de um dia passado no lago de Oneida (Nova Iorque) e o carro em que seguiam se despistou. Depois disto a criança, de nome Kadyn, ao verificar que a mãe e a irmã não se movimentavam, ganhou coragem, pegou no telemóvel e saiu do carro, fazendo a ligação telefónica para o seu pai, em que referiu: "Pai, a mãe e a mana estão mortas e eu estou no bosque no meio de um arbusto", avançou o New York Daily News.

Publicidade
Publicidade

Após esta chamada o pai da criança ligou para o número das emergências, que não conseguiram por meio algum descobrir a localização da criança, fazendo com que o pai tivesse que ligar novamente para o filho para saber mais detalhes e dizer-lhe para ligar para o 911 (equivalente ao português 112) para conseguirem detectar o sinal da chamada.

Após a ligação do pai, a criança rapidamente ligou para o número. Quando as autoridades chegaram ao local já nada havia a fazer em relação à mãe da criança, Ellen Caswell. No entanto, a irmã ainda respirava e foi imediatamente transportada para o hospital onde viria mais tarde a falecer.

Quando a criança foi abordada pelo seu tio, chefe da polícia local, que parecia ter visto feridas no pequeno Kadyn, o mesmo ainda disse que não era sangue dele, afirmando: "Isto é sangue da minha mãe, porque eu apenas tenho uma queimadura do sol".

Publicidade

Vários têm sido os seguidores desta notícia no mundo, sendo Kadyn considerado por muitos como um herói. Na página de Facebook do chefe da polícia (tio da criança), podemos ler: "Se pudesse escolher o meu companheiro, andaria com ele todos os dias. Que Deus te abençoe Kadyn. Amo-te e espero um dia ser tão forte como tu és!"

  #EUA