Há uma nova fotografia que se tornou viral nas #Redes Sociais. Desta vez o clique foi do fotógrafo Daniel Etter e representa o drama dos refugiados da Síria que tentam a todo o custo entrar na Europa para começar uma nova vida. Na imagem vê-se um pai a segurar na filha e agarrado ao outro filho, enquanto chora por se encontrar em terra firme. O momento foi captado numa ilha da Grécia depois de terem chegado sãos e salvos de uma viagem de apenas duas horas.

Fotógrafo freelancer do The New York Times, Daniel Etter focou a sua carreira em retratar a migração deste século. Passou uma semana na ilha de Kos, na Grécia, a capturar o momento dos desembarques dos migrantes, até que fotografou aquela que será a foto da sua vida.

Publicidade
Publicidade

O homem da imagem é o sírio Laith Majid que fugiu da cidade de Deir Ez-zor, na Síria, devido aos ataques do Estado Islâmico que acabaram por destruir a sua casa.

Majid viajou com a mulher e com os seus 4 filhos. Conseguiu fugir através da Turquia e pagou mais de 7 mil euros por duas horas de viagem. Duas horas que devem ter parecido uma eternidade, uma vez que na embarcação em que seguiam viajavam 14 pessoas, sendo que poderia transportar em segurança apenas três. Ao aproximarem-se de terra o barco insuflável começou a esvaziar e a entrar água e foi uma sorte salvarem-se.

Agora o fotógrafo alemão de 34 anos deu uma entrevista ao Huffington Post onde fala sobre a sua fotografia. De acordo com o profissional, o momento captado representa “uma mistura de alegria, amor à família e dor pelo passado”, escreve o Observador.

Publicidade

Etter afirma ainda não ser um homem muito emotivo, mas diz que a reação deste pai fê-lo chorar. A finalizar, o fotógrafo adianta sentir-se “um privilegiado por ter podido presenciar aquele momento”, assegurando ainda estar “esmagado pela reação que a fotografia tem tido”, avança novamente o Observador.

Quanto a esta família, sabe-se agora que queriam muito recomeçar a sua vida na Alemanha e, ao que tudo indica, poderão já estar em solo alemão, tendo em conta uma nova fotografia que começou a circular no Twitter. #Emigração