Os habitantes da comuna de Bouzouls, na província francesa de Aveyron, reuniram-se ontem, dia 5, ao final da tarde, para prestar uma última homenagem às três crianças que perderam a vida no passado dia 1 de agosto, depois de sofrerem um acidente rodoviário em Espanha, quando se dirigiam de férias para Portugal acompanhadas do pai, que era também o condutor do veículo sinistrado. A comunidade francesa onde vivia a família portuguesa reuniu-se na igreja de São Pio X, para prestar homenagem a Sandro, de 4 anos, Guilherme, de 8 anos, e Beatriz, de 12 anos, e para mostrar solidariedade para com Luís Gonçalves, que se encontra fora de perigo, segundo as autoridades de saúde em Castilla y Léon.

Publicidade
Publicidade

Na terça-feira, centenas de pessoas participaram no funeral das três crianças, em Murça, cidade portuguesa de onde é originária a família. "Hoje é um dia de tristeza e consternação para as famílias dessas crianças, mas também para toda a população", disse o padre Sérgio Dinis, que presidiu à cerimónia fúnebre.

Comunidade francesa em estado de choque

A comuna de Bozouls, Aveyron, onde as vítimas viviam, também está em estado de choque. Mal souberam da notícia, várias pessoas da comunidade lançaram alertas e criaram um livro de condolências, que acabou por ser disponibilizado na sede da autarquia local.

Ontem, pelas 19 horas, o padre Aurelian, pároco de Bozouls, convidou todas as crianças a participarem nos cânticos fúnebres durante a eucaristia. "Estas flores expressam a nossa dor", disse o padre durante a cerimónia, distribuindo rosas brancas por entre amigos, colegas, professores, vizinhos e outros que não conheciam as vítimas, mas que se mostraram solidários e comovidos.

Publicidade

O perfeito de Bozouls, Jean-Luc Calmelly, discursou no local, mostrando apoio à família, e revelando que o pai das crianças, Luís Gonçalves, "é um bom pedreiro", que "construía magnificas paredes", e que era "bastante dedicado ao trabalho e aos seus filhos, tendo trabalhado bastante para poder passar estas férias em Portugal".

Foi também realizada uma festa beneficiente pela comunidade local, para apoiar financeiramente a família enlutada, e para apoiar famílias que tenham sofrido tragédias semelhantes. #Emigração #Causas