Depois de uma tarde trágica, no passado dia 18 de outubro, a bordo de um avião irlandês pertencente à companhia Aer Lingus, as investigações estão a decorrer. De acordo com o Daily Mirror, foram encontrados alguns pacotes dentro do corpo do jovem brasileiro de 24 anos que viajava de Lisboa para Dublin. Ainda assim, segundo avança o RTE News, as causas da morte só poderão ser determinadas quando os resultados da análise forense estiverem completos. Recorde-se que a vítima sentiu-se mal, teve convulsões e acabou por morrer no aeroporto de Cork, na Irlanda.

No decorrer das investigações, ainda antes de terem sido encontrados pacotes dentro do corpo da vítima, o The Irish Mirror terá avançado com a notícia que haviam sido encontrados 2 kg de substância ilícita a bordo do avião pertencentes a uma mulher na casa dos 40 anos.

Publicidade
Publicidade

A mesma terá sido detida pelas autoridades irlandesas para interrogatório e não se sabe se viajava com a vítima ou não.

O avião, com destino a Dublin, acabou por aterrar na Irlanda. O corpo do jovem foi transportado para o Hospital Universitário de Cork e, apesar de já ser do conhecimento público que foram encontrados pacotes dentro do seu corpo, o conteúdo do material não foi ainda divulgado.

O jovem de 24 anos, que inicialmente se julgava ser português, morreu após sentir-se mal num voo com origem em Portugal e destino a Dublin. Segundo testemunhas que se encontravam a bordo do avião, a vítima terá adotado comportamentos violentos e, inclusivamente, terá mordido um passageiro. Depois de imobilizado para que não fizesse mal a ninguém, e já no aeroporto de Cork, o brasileiro acabou por ficar inconsciente.

Publicidade

Dois enfermeiros e um médico ainda recorreram a várias tentativas para o ressuscitar, mas a situação parecia piorar e acabou de forma trágica.

As autoridades tomaram conhecimento do sucedido no domingo depois da equipa a bordo do Airbus A320-200 ter transmitido uma mensagem de emergência três vezes e ter avisado os controladores de tráfico aéreo do incidente que havia ocorrido.

Atualização:

Segundo avança o jornal Público a vítima tinha ingerido cerca de 800 gramas, provavelmente cocaína, distribuídas por 80 cápsulas. Uma delas rebentou. #Tragédia