Menos de uma semana depois dos ataques terroristas que vitimaram 129 pessoas em França no passado dia 13 de Novembro, é altura de fazer um balanço dos acontecimentos e do que sabemos até ao momento. No dia de ontem uma suspeita de bomba no estádio de Hanôver levou ao cancelamento do jogo entre a Holanda e a Alemanha. Também nesta madrugada (18 de novembro) começou uma nova caça ao homem, que terminou com a detenção de sete pessoas e com a morte de outras duas. Entretanto já dois aviões tiveram de aterrar de emergência por suspeita de bomba a bordo.

31 de Outubro 2015

O último dia do mês começou da pior forma. Um avião da companhia russa Metrojet caiu pouco tempo depois de descolar do aeroporto de Sharm El Sheikh, vitimando as 224 pessoas que seguiam a bordo.

Publicidade
Publicidade

Pouco tempo depois do sucedido, o Estado Islâmico reivindicou a autoria pela queda. As autoridades russas que analisaram os destroços do avião não têm dúvidas de que o avião explodiu devido a uma bomba que estaria, provavelmente, na cabine de passageiros. Sabe-se hoje que dois funcionários do aeroporto de Sharm El Sheikh estão sob custódia policial por serem suspeitos de terem ajudado a colocar a bomba no avião.

13 de Novembro 2015

Sexta-feira 13: segundo os supersticiosos este é um dia que atrai a má sorte. Assim foi a noite em Paris, uma noite de pouca sorte e de muito sangue. Vários ataques ocorreram quase em simultâneo na capital francesa, tirando a vida a 129 pessoas. As vítimas eram de 19 nacionalidades. Três portugueses morreram e outros quatro ficaram feridos. As autoridades apontaram como sendo sete os terroristas que executaram os ataques.

Publicidade

O Estado Islâmico reivindicou uma vez mais os atentados.

15 de Novembro 2015

Dois dias depois do ataque em Paris, a França decidiu atacar o Estado Islâmico na Síria. De acordo com o Jornal de Notícias, “doze aparelhos, entre estes dez caças, partiram ao mesmo tempo dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia e largaram 20 bombas”. A publicação cita ainda o comunicado emitido pelo ministro da Defesa francês para dizer que os ataques foram “em locais previamente identificados em missões de reconhecimento realizadas por França”.

17 de Novembro 2015

A seleção alemã viveu ontem mais um grande susto. Depois do sucedido no jogo com a França, no dia dos ataques na capital francesa, os alemães jogavam ontem um particular com a seleção da Holanda, em Hanôver. O jogo acabou por ser cancelado por terem recebido uma ameaça de bomba. As autoridades analisaram o estádio, mas não encontraram nenhum material explosivo.

18 de Novembro 2015

Esta madrugada começou uma verdadeira caça ao homem, na sequência de uma operação policial relacionada com os atentados de sexta-feira passada, escreve o Jornal de Notícias.

Publicidade

De acordo com a mesma publicação, esta intervenção visava encontrar “Abdelhamid Abaaoud, um belga de 28 anos que se supõe ser o cérebro da operação”. Sete pessoas acabaram detidas em Saint-Denis e outras duas morreram, inclusive uma mulher que se fez explodir. Há ainda cinco polícias feridos. Já hoje, dois aviões da Air France com destino a Paris tiveram de aterrar de emergência por suspeita de bomba a bordo. #Terrorismo