Um homem, de nacionalidade alemã, morreu, no passado dia 25, depois de tentar roubar dinheiro de um dispositivo de venda de preservativos. Depois da explosão, a vítima, de 29 anos, com ferimentos graves, foi levada pelos amigos envolvidos no assalto para o hospital de Schoppingen, Alemanha, perto da fronteira holandesa, de acordo com o site TVI 24. Porém, não sobreviveu. 

No dia do incidente, dia de Natal, dois elementos do grupo, na tentativa de justificar a origem do ferimento na cabeça, disseram às autoridades que o homem sofreu uma queda nas escadas. Mais tarde, um dos elementos decidiu contar a verdade à polícia, dizendo que o amigo tinha ficado ferido na cabeça ao ser atingido por um fragmento de metal após a explosão de uma máquina de venda de preservativos. 

Segundo a BBC, a bomba que foi colocada na máquina foi fabricada pelos três elementos do grupo.

Publicidade
Publicidade

Posteriormente, correram para o carro. mas a vítima não teve tempo de fechar a porta do automóvel e um pedaço de metal, que saiu disparado do dispositivo após a explosão, bateu na sua cabeça. O incidente levou a que o grupo abandonasse o local deixando o dinheiro e os preservativos espalhados pelo chão. 

As autoridades confirmaram que a máquina de venda de preservativos explodiu devido a uma tentativa de assalto perpetrada por três indivíduos. No entanto, os assaltantes não levaram o conteúdo do dispositivo. A polícia avançou com um interrogatório, apurando os factos que conduziram à detenção dos dois homens. Porém, os envolvidos no assalto já foram libertados.  

Assaltantes explodem caixa multibanco 

Em Portugal, uma caixa multibanco situada na junta de freguesia de Alcorochel, Torres Novas, explodiu cerca das três horas da madrugada, no passado mês de outubro, segundo o site Sol.  Porém, os assaltantes abandonaram o local sem a GNR confirmar o dinheiro que foi levado.

Publicidade

Os indícios do crime foram recolhidos pela Polícia Judiciária que se deslocou ao local onde eram visíveis os danos causados pelo rebentamento do multibanco. Este não é o primeiro caso de explosão de caixas multibanco no país.  #Insólito