No mês passado, soube-se que Freddy Lim iria candidatar-se a um assento no congresso de Yuan, órgão legislativo nacional de Taiwan (ou Ilha Formosa). Agora, chega a notícia de que o líder dos metaleiros Chthonic obteve um bom resultado eleitoral, que lhe permitirá tomar posse como representante dos distritos Wanhua e Zhongzheng de Taipei, capital de Taiwan, no próximo mês de Fevereiro. 

Para comemorar, a banda postou na sua página oficial do Facebook, no último sábado, 16 de janeiro, a novidade com o título "a vitória é nossa!". Este feito culmina um longo processo em que todos os membros estiveram envolvidos, já que desde a sua formação em 1995 se têm debatido pela identidade nacional e consciência sócio-política, empregando na sua música instrumentos tradicionais e incorporando contos e mitos da história de Taiwan nas suas letras.

Publicidade
Publicidade

A preocupação de Freddy Lim com as questões sociais e políticas ramificou-se ao longo dos anos, passando do seio dos Chthonic para a acção pública directa. O seu activismo levou-o a actuar, de 2010 a 2014, como presidente da filial da Amnistia Internacional de Taiwan, participando em inúmeros movimentos de protesto e de reforma, culminando inclusive no 20.º aniversário dos Chthonic, que ocorreu no mês passado, e que serviu de comício para os apoiantes de Freddy Lim.

É de recordar que, há um ano, Freddy Lim co-fundou e assumiu a liderança do New Power Party (NPP), que ganhou impulso suficiente nos últimos 12 meses para obter cinco assentos, de 113, no Yuan, o parlamento de Taiwan. Isso transformou o NPP no terceiro maior partido político do país. 

O partido, que se tornou obviamente popular entre os eleitores mais jovens de Taiwan, desenvolveu uma proposta baseada na reforma dos direitos humanos, transparência do governo, protecção ambiental e reforma da educação, entre outras questões.

Publicidade

Mas acima de tudo, o NPP defende a revisão da constituição de Taiwan, oficialmente pertencente à República da China, e a renúncia às reivindicações do continente chinês, afirmando a independência de Taiwan. #Música #Política Internacional