A primeira digressão internacional dos “Viola Beach” ficou marcada pela tragédia. Os quatro músicos viajavam na companhia do seu agente quando o automóvel caiu de uma altura de 25 metros. O #Acidente ocorreu na noite deste sábado, 13 de Fevereiro, numa ponte levadiça próxima de Estocolmo, na Suécia. A banda foi formada em Warrington, no Noroeste da Inglaterra, em meados de 2013, tendo feito a sua estreia no “The Cavern Club”, em Liverpool. Em 2015 lançaram o seu primeiro single: “Swings & Waterslides”.

O alerta chegou à polícia dando conta da queda de um automóvel na ponte que liga duas auto-estradas, próxima da capital sueca.

Publicidade
Publicidade

Uma equipa de mergulhadores recuperou os corpos das cinco vítimas, tendo sido ainda retirado das águas o veículo que se encontrava totalmente destruído. Segundo o jornal The Guardian, no momento em que o automóvel circulava, a ponte estava levantada para permitir a passagem de um barco. O condutor do Nissan Qashqai não terá avistado a sinalização que indicava a interdição da passagem e atravessou as barreiras de segurança, caindo no canal, de uma altura de 25 metros.

O mesmo jornal cita alguns testemunhos que deram conta da passagem do automóvel por outros que estavam parados a aguardar pela autorização para atravessar a ponte. As mesmas pessoas dizem que não viram as luzes “stop” do carro a acenderem, o que pode indiciar que o condutor não travou a tempo de evitar a queda. Só avistaram o automóvel a passar a toda a velocidade e a desaparecer na escuridão.

Publicidade

As autoridades estão agora a investigar as causas do acidente que vitimou aqueles que eram considerados os novos talentos da música

Por sua vez, o mesmo jornal avança com declarações de um responsável pela administração marítima sueca, informando que o carro teve de passar por um sinal luminoso vermelho e duas barreiras; a primeira das quais, localizada a cerca de 100 metros da abertura da ponte, e a segunda já mais próxima.

O anúncio da morte dos membros da banda britânica deixou em choque familiares, amigos e fãs. John Olsson, membro da banda sueca “Psykofant”, disse à imprensa que o seu grupo partilhou o camarim com os quatro músicos da “Viola Beach” e que “eram pessoas fantásticas, muito felizes e alegres”, chegando a compará-los aos “Beatles”.

A banda tinha como agente Craig Tarry, um adepto incondicional do Manchester City, e era formada por Kris Leonard (guitarrista e vocalista), River Reeves (guitarrista), Tomas Lowe (baixista) e Jack Dakin (baterista).

#Famosos #Música