Decorria a pesagem de lutadores de #Boxe por volta das 14h30 desta sexta-feira (dia 5) no Hotel Regency, em Dublin, na Irlanda, quando um número indeterminado de indivíduos entrou na sala e começou a disparar. Um homem acabou por morrer e várias pessoas ficaram feridas depois deste ataque. Meia hora após o início das pesagens, um dos atletas tinha acabado de descer da balança quando se ouviram os tiros, provenientes de uma AK47. Os momentos seguintes foram de pânico e imediatamente o público (onde também estariam crianças), treinadores e lutadores correram pelas suas vidas. Um homem que filmava a pesagem conseguiu captar o momento em que os atiradores entraram e, após abandonar a sala, ainda se ouviam disparos.

Publicidade
Publicidade

Segundo o site "Mirror UK", testemunhas dizem que os homens estavam vestidos com uniformes de polícia e carregavam armas automáticas, disparando imediatamente de forma aleatória. O público não se apercebeu logo que seria um ataque, uma vez que pensava que as pessoas começaram a gritar porque alguém famoso havia entrado na sala. Mas rapidamente se aperceberam que se tratava de um tiroteio. Várias pessoas pensavam que estaria a decorrer mais um ataque terrorista.

A polícia chegou pouco tempo depois e as vítimas foram socorridas e levadas imediatamente para os hospitais "The Mater" e "Beaumont", algumas delas com ferimentos de balas. A vítima mortal perdeu a vida no local. A sala do Hotel Regency, que se situa a três quilómetros da capital irlandesa, está fechada para ser investigada.

Publicidade

Travata-se da pesagem para o evento de boxe "Clash of the Clans", cujos combates estariam marcados para a noite deste sábado (dia 6) no Estádio Nacional de Dublin. Dados os acontecimentos, os combates foram todos cancelados.

Ainda não se sabem as razões nem quem estará por trás deste ataque, apesar de alguns suspeitarem de um ataque terrorista. Um ataque deste tipo ocorreu em novembro do ano passado em Paris, na sala de espectáculos Bataclan, durante um concerto dos Eagles of Death Metal, causando mais de 100 mortos, daí as desconfianças das testemunhas. #Crime